Nova York tem uma crise de fome em massa

ANÚNCIO

A cidade que nunca dorme, hoje enfrenta uma crise de fome há muito tempo não, presenciada. E as fotos mostram a realidade das filas de espera por comida grátis em Nova York.

Nova York tem uma crise de fome em massa 1
Foto: (reprodução/ internet)

O New York Post relatou as cenas angustiantes desse sábado (22), observando que a fila no Queens, bairro de Nova York chegou a quase um quilômetro “antes que o sol mal se erguesse”, e comparando a visão com filas para conseguir pão durante a década de 1930 em Nova York.

ANÚNCIO

A fila em questão para a distribuição de alimentos foi promovida pela La Jornada, uma organização sem fins lucrativos que desde antes da COVID-19 ajudava milhares, agora durante a pandemia, aumentou o número de famílias a quem distribuem alimentos em mais de 9.000.

Eles também servem um almoço diário para 1.000 pessoas, muitas delas crianças.

Um problema ainda sem solução

Essas ações, além de outras solidárias ajudam muito no enfrentamento dessa crise. Mas, os voluntários dizem que este trabalho não está nem perto de atender a demanda.

ANÚNCIO

“Sentimos que estamos debaixo d’água, nos afogando em um tsunami de pessoas”, disse Pedro Rodriguez, o diretor executivo da organização.

“Isto é só a ponta do iceberg. Os números são inacreditáveis.”

“Isso me lembra o quadro da Grande Depressão onde um homem de terno e gravata está dando a outro homem de terno e gravata uma maçã.”

“Isso é tudo o que ele tinha. Nós damos tudo o que temos, mas isso não é suficiente.”

De acordo com o relatório do New York Post, muitas dessas filas são “idosos, mães e crianças [e] solteiros” que são muitas vezes imigrantes da China e do México, que ficaram desempregados devido à pandemia.

Nova York tem uma crise de fome em massa 2
Foto: (reprodução/internet)

Um dos cidadãos que estava na fila para pegar alimentos, Walter Barrera, disse que chegou às 6 da manhã para pegar mantimentos para alimentar sua família durante a semana.

Barrera disse aos repórteres que perdeu seu emprego na construção há quatro meses e nem ele, nem seus dois filhos mais velhos conseguem encontrar trabalho.

Amigos e parentes estão ajudando a financiar o apartamento de 2.300 dólares (Cerca de R$ 12.789,31) com três quartos, onde a família mora em Nova York.

“O que digo aos meus filhos quando olham para mim com fome, especialmente meu filho de 11 anos?” disse Barrera.

“Isso me parte o coração. Eu sou o pai deles. Devo alimentá-los”.

As pessoas que viram os relatos ficaram chocadas. E outras lembraram das pessoas com dinheiro que estão por perto, mas não sabem como enfrentar essa realidade.

Esse é só mais um dos problemas que a COVID-19 trouxe à tona. A população desempregada, desigualdades sociais, xenofobia, falta de estrutura nas grandes cidades…

Ainda não sabemos a solução, mas muitas ações estão ajudando pessoas pelo mundo todo.

 

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fontes: Independent, New York Post

 

ANÚNCIO