Irmã de Kim Jong-un é vista meses depois de misterioso desaparecimento

ANÚNCIO

Kim Yo-jong é a segunda no comando, mas ela estava fora do alcance do público desde julho, deixando os especialistas da Coréia do Norte se empenhando para descobrir o que aconteceu com ela.

Irmã de Kim Jong-un é vista meses depois de misterioso desaparecimento
Foto: (reprodução/KNS/AFP/Getty Images)

A irmã de Kim Jong-un foi vista pela primeira vez em dois meses após sua misteriosa ausência, o que desencadeou especulações sobre tudo, desde uma despromoção até seu bem-estar.

ANÚNCIO

Kim Yo-jong visitava uma aldeia fronteiriça devastada pelas inundações para inspecionar os esforços de recuperação do tufão, noticiou a mídia estatal norte-coreana na sexta-feira (02).  

Descrita como a “número dois” de seu irmão e uma “princesa” da política, Kim Yo-jong não tinha sido vista nas reportagens da mídia estatal desde o final de julho, deixando a inteligência e os especialistas sul-coreanos se desentendendo para descobrir o que aconteceu com ela.

Depois de aparecer esta semana, não parece que Kim Yo-jong, que tem subido nas fileiras do partido governista e é considerada uma das assessoras mais confiáveis de seu irmão, tenha passado por tempos difíceis.

ANÚNCIO

Mas ela não era fotografada pela mídia estatal desde julho, quando participou de um evento de comemoração do armistício que acabou com a Guerra da Coreia.

O retorno causa reviravolta e o mistério permanece

Sua ausência terminou na sexta-feira, quando novas fotos da mídia estatal a mostraram e seu irmão visitando uma vila no condado de Kimhwa, que faz fronteira com a Coreia do Sul.

Uma foto mostra Kim Jong-un rindo e sorrindo com oficiais superiores, incluindo membros do Exército, enquanto sua irmã, que se acredita ter cerca de 32 anos de idade, fica vários metros atrás dele.

Outra foto mostra Kim liderando outros seis, incluindo sua irmã, enquanto eles andam em fila única por um campo.

Segundo a mídia estatal, Kim Jong-un Kim disse que “este ano foi um ano de dificuldades sem precedentes, mas será um ano de grande conquista com um notável esforço”.

As reportagens da mídia estadual não deram a data da visita.

Leia também: Coreia do Norte vai “atirar em qualquer um para impedir a propagação de COVID-19”

Entretanto, parece que os Kims inspecionaram a vila na quinta-feira (01), informou a Agência de Notícias Yonhap da Coreia do Sul.

Traduzido e adaptado por equipe Revolucao.etc.br

Fonte: Mirror.co, Yonhap News

ANÚNCIO