400.000 pessoas se registraram para votar via Snapchat nos Estados Unidos

ANÚNCIO

Mais de 400.000 pessoas se registraram para votar no Snapchat a partir de segunda-feira, informou o site Axios na terça-feira (15).

400.000 pessoas se registraram para votar via Snapchat nos Estados Unidos
Foto: (reprodução/internet)

Na semana passada, o Snapchat lançou uma tabela de ferramentas de votação, incluindo um recurso para os usuários se registrarem para votar diretamente no popular aplicativo de mensagens. O site Axios informou que 407.024 usuários se registraram para votar no aplicativo. 

ANÚNCIO

O Snapchat já incluiu ferramentas de registro de eleitores no aplicativo, e mais da metade dos usuários que se registraram através do serviço realmente votaram em 2018.

Mais da metade dos eleitores já votaram antes

Ainda assim, as características da votação são relativamente novas, e mais pessoas poderiam se registrar para votar em apto nas próximas semanas, principalmente os jovens. A base de usuários do Snapchat abrange amplamente as pessoas com menos de 30 anos de idade. 

O aplicativo ainda não implementou algumas de suas maiores promoções, apresentando políticos populares como o ex-presidente Barack Obama. Na terça-feira, o Snapchat deverá lançar um novo PSA (Anúncio de Serviço Público) com o ex-presidente Barack Obama para incentivar os jovens a se registrar para votar no aplicativo. 

ANÚNCIO

Outros políticos como o ex-presidente John Kasich de Ohio e celebridades como Snoop Dogg e Arnold Schwarzenegger também devem aparecer no Snapchat.

Leia também: Ex funcionária do Facebook expõe manipulação de conteúdo pelo governo

Outros aplicativos de mídia social também começaram a lançar o registro de eleitores e caixas de informação em suas plataformas. Em julho, o Facebook começou a colocar as informações de votação no topo dos feeds de notícias dos usuários. 

Em junho, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, disse que a empresa espera registrar 4 milhões de pessoas até o dia das eleições. Isso seria o dobro do que o Facebook conseguiu em 2016 e 2018. Quando os usuários digitam “como votar” no Google, o mecanismo de busca preenche as instruções estado por estado.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fontes: The Verge, Axios

ANÚNCIO