Nokia vai desenvolver a primeira rede de celular 4G da Lua para programa da NASA

ANÚNCIO

A Nokia diz que foi escolhida pela NASA para construir a primeira rede de celulares na lua.

Nokia vai desenvolver a primeira rede de celular 4G da Lua para programa da NASA
Foto: (reprodução/internet)

O fabricante finlandês de aparelhos de telecomunicações disse na segunda-feira (19) que sua divisão Nokia Bell Labs construirá um sistema de comunicações 4G para ser implantado em um aterrissador lunar na superfície da lua no final de 2022.

ANÚNCIO

A NASA está concedendo $370 milhões a 14 empresas para fornecer tecnologia para o Programa Ártemis, a nova missão da NASA para chegar até a Lua. O objetivo do programa é estabelecer uma presença humana a longo prazo na Lua como um aquecimento para as missões a Marte.

A Nokia divulgou mais detalhes de seu envolvimento após um anúncio feito na semana passada pela NASA, que disse que estava dando à unidade americana da empresa US$ 14,1 milhões para a rede. 

A agência espacial dos EUA também está financiando outras inovações no gerenciamento de fluidos criogênicos, inovação na superfície lunar e processos de descida e aterrissagem.

ANÚNCIO

A rede 4G lunar da Nokia

A rede da Nokia vai fornecer recursos de comunicação para tarefas que os astronautas precisarão realizar, como controle remoto de rovers lunares, navegação em tempo real e streaming de vídeo de alta definição, disse a empresa.

Leia mais: De Apollo a Artemis: A mulher colocando os pés na lua

O equipamento inclui uma estação base, antenas e software e é projetado para resistir a lançamentos e aterrissagens lunares severos e condições extremas no espaço.

A Nokia está fazendo parceria com a empresa americana Intuitive Machines, que a NASA escolheu para construir um pequeno “aterrissador ” que pode acessar crateras lunares e realizar levantamentos de alta resolução da superfície lunar em uma curta distância.

” A existência de redes de comunicação confiáveis, resilientes e de alta capacidade será fundamental para apoiar a presença humana sustentável na superfície lunar”, disse o diretor de tecnologia da Nokia, Marcus Weldon.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: AP News, Nokia

ANÚNCIO