Missão espacial com satélite espião atrasa decolagem – mais uma vez

ANÚNCIO

Outro cancelamento pouco antes da decolagem.

Missão espacial com satélite espião atrasa decolagem - mais uma vez
Foto: (reprodução/internet)

Mais uma vez, a ULA parou o lançamento apenas segundos antes da decolagem, depois que um sensor relatou uma leitura defeituosa. As principais câmaras de combustão dos motores não acenderam, e o CEO Tory Bruno diz que o foguete e a carga estão “seguros e ilesos”.

ANÚNCIO

História original: Após muitas semanas de atrasos devido a equipamentos defeituosos e mau tempo, a United Launch Alliance está pronta para lançar seu foguete mais potente do Cabo Canaveral, na Flórida, sotando um satélite espião classificado para o Escritório Nacional de Reconhecimento. 

A missão está finalmente pronta para voar um mês inteiro após a primeira tentativa de lançamento do foguete, que foi abortada apenas três segundos antes da decolagem.

O foguete que vai subir na missão da ULA é o Delta IV Heavy, um veículo gigante que consiste em três núcleos de foguete fixados uns aos outros para proporcionar um impulso extra. É um dos foguetes mais potentes do mundo, embora fique aquém da potência embalada no Falcon Heavy do SpaceX

ANÚNCIO

A ULA não opera o Delta IV Heavy com muita frequência, pois é um veículo caro de se fazer, mas a empresa usa o foguete para satélites grandes e pesados que se dirigem a órbitas mais altas.

Leia também: A NASA tem agora um jeito mais rápido e barato de chegar à Lua

A carga útil do foguete é NROL-44, e como todas as missões NRO, seu propósito permanece em segredo

O escritório simplesmente observa que “o NROL-44 apóia a missão geral de segurança nacional do NRO para fornecer dados de inteligência aos formuladores de políticas seniores dos Estados Unidos, a Comunidade de Inteligência e o Departamento de Defesa”. 

A ULA já lançou 29 missões para a NRO, muitas das quais exigiram o Delta IV Heavy.

O que adiou o lançamento do foguete 

A ULA estava pronta para lançar o NROL-44 nas primeiras horas da manhã do dia 29 de agosto. A ULA contou até poucos segundos antes da descolagem, com os principais motores do Delta IV Heavy brevemente acesos. Mas os motores se desligaram rapidamente e o foguete permaneceu fixo na plataforma de lançamento. 

Mais tarde, a ULA soube que um equipamento no solo havia falhado, provocando o aborto da missão. Levou algumas semanas para que a empresa substituísse o equipamento defeituoso.

Outros problemas com o equipamento na plataforma de lançamento atrasaram novamente o tempo de lançamento, mas a ULA espera sair do chão esta semana. Infelizmente o tempo não tem sido agradável, com más condições atrasando as tentativas na segunda e terça-feira. 

Mas, finalmente, há 70% de chances de que o tempo coopere para o lançamento esta noite (01 de outubro).

O Delta IV Heavy está programado para decolar na terça-feira às 00h54 da Estação da Força Aérea do Cabo Canaveral

O blog de lançamento da ULA começará às 16h15 no horário de Brasília, e seu webcast começará às 00h34, para qualquer pessoa que ainda esteja acordada e esperando conseguir um lançamento.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fontes: The Verge, ULA

ANÚNCIO