Comece a empreender do zero – Entenda como

Você já teve vontade não ter chefe, no sentido de você ser seu próprio chefe? Esse é um sonho de muitas pessoas, e as vezes como diz o velho ditado, “a necessidade faz o sapo pular”, e é na hora do aperto que muitos se veem empreendendo e começando um negócio.

Começar seu próprio negócio pode ser o sonho de muitas pessoas, mas, por onde começar? Empreender do zero quase sempre é um desafio considerável, até mesmo quando o plano é algo simples, como vender brigadeiro, e mais ainda quando é algo complexo como abrir algo.

Mas há algumas dicas e conselhos que podem ajudar bastante, alguns passos que podem ser dados para evitar que o negócio feche as portas, ou o que seria ainda pior, se invista dinheiro e tempo para ter que parar antes mesmo de começar as atividades.

Comece a empreender do zero - Entenda como
Foto: Reprodução/internet

Então, vamos ver quais são os primeiros passos para poder empreender?

Planejamento, o passo que nunca acabará

Antes de começar qualquer coisa, a primeira coisa que você vai precisar é de um bom planejamento. Procure definir um objetivo, isso é, onde você pretende que o seu negócio esteja no curto, médio e longo prazo, isso é, em 1, 5 e 10 anos.

ANÚNCIO

Sabendo seu objetivo, procure pensar em quais ações precisam ser tomadas para alcançar esse objetivo, procure estipular prazos para essas ações. Por exemplo, supondo que em 10 anos você queira ter uma segunda unidade aberta, o treinamento de um gerente para essa unidade, está em seu planejamento?

Quais os riscos?

Além disso, procure pensar em quais são os riscos que o seu projeto corre e já pense em soluções possíveis. Se você quer abrir uma lanchonete, o que faria se o gás acabasse na hora de maior movimento? E se o funcionário faltar?

Com isso, você estará mais preparado caso aconteça algum imprevisto, por exemplo, se tivesse pensado no risco do gás, antes, provavelmente já se teria um gás reserva, de modo que, caso um deles acabasse na “hora H”, já teria outro para realizar a troca.

Definindo o produto/público alvo

Pode ser que você já tenha algum produto para ser vendido, ou, já saiba qual é o público que deseja atender. Por exemplo, Steve Jobs (Apple) sempre focou em um público específico, desenvolvendo diversos produtos para atender esse público específico.

Assim como os irmãos McDonalds tinham um produto específico, hambúrgueres. De qualquer forma, produtos e público alvo precisam caminhar juntos, não adianta querer vender um saxofone para um violonista, assim como um casaco no verão de Manaus não venderia tanto.

Resumindo, conheça seu produto o suficiente para saber qual é o público que o consome, ou conheça seu público alvo o suficiente para desenvolver um produto que esse público demande e, então, trabalhe para tornar o produto certo conhecido pelas pessoas certas.

Iniciando os negócios

Planejar é um dos processos mais importantes para abrir um negócio, se não for o mais importante. Contudo, não adianta ficar apenas no planejamento e não colocar a mão na massa, concorda? Mas, começar do zero é complicado, afinal, dinheiro é algo importante né?

E, para ter um capital de giro para iniciar o seu negócio, algo que pode ajudar é procurar o seu banco e procurar o gerente de pessoa jurídica se há uma linha de crédito. Na Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Santander costumam ter boas linhas de crédito para isso.

Caso queira se aprofundar um pouco mais, o Sebrae oferece alguns cursos sobre o tema e, se quiser ver mais sobre como elaborar um projeto, um site que pode te ajudar é o escritório de projetos.

ANÚNCIO