Criciúma recebe aplicativo da Polícia Militar

A plataforma, que aciona a PM por meio de smartphone, começou a ser utilizada na cidade, em Santa Catarina, como alternativa para melhorar a segurança.

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) criou, recentemente, um aplicativo que possibilita pessoas chamarem a polícia por meio de seus smartphones, como uma alternativa para melhorar a segurança da cidade. O projeto está acontecendo na sede do 9° Batalhão da Polícia Militar (BPM), em Criciúma. O número 190 irá continuar operando normalmente. 

Polícia militar
Foto: (reprodução/internet)

De acordo com a Polícia Militar, o aplicativo permitirá que o usuário contate diretamente a polícia, além de disponibilizar feedbacks e, também, o boletim de ocorrência. 

O aplicativo também tem como objetivo facilitar as informações sobre o Estado. Será um meio de comunicação que a polícia usará para repassar as informações com exatidão à população, para evitar as supostas fake news.  

“Estamos em um momento de implantação de um projeto piloto e a cidade de Criciúma, por ter uma Central de Emergência de poucas perdas de ligações, uma Rede de Vizinhos bem sedimentada, bem como a Rede de Proteção à Mulher com excelentes retornos preventivos, foi escolhida para ser a que fará o aperfeiçoamento desta nova tecnologia de apoio e proteção ao cidadão”, disse o comandante da 6° Região de Polícia Militar, coronel Cosme Manique Barreto. 

ANÚNCIO

Medidas protetivas à mulher

O aplicativo permitirá que mulheres que sofreram violência doméstica efetuem um cadastro, e este tipo de ocorrência terá mais prioridade. A inovação também conta com uma espécie de “Botão de Pânico”, que pode ser acionado a qualquer momento, em situações de emergências. 

Lembrando que o botão será mais eficaz para mulheres que possuem uma medida protetiva, pois, a partir do momento em que ela clicar no botão, serão enviadas informações sobre o possível acusado, juntamente com as informações da mulher e a localização que foi registrada na hora em que a usuária efetuou o cadastro. 

O aplicativo da Polícia Militar

O aplicativo já está disponível para os smartphones. Basta pesquisar no local reservado para baixar plataformas. Após fazer o download, para fazer o cadastro é necessário fornecer o CPF, endereço residencial e uma foto da pessoa. 

O coronel Barreto explicou que, ao chamar a polícia pelo aplicativo, a central regional responsável por emergências já receberá a solicitação, juntamente com a localização da vítima. Em seguida, irá mandar um carro até o local. 

Na última quinta-feira (29), os policiais receberam uma espécie de treinamento e algumas últimas correções foram feitas no aplicativo. Para que a solicitação seja feita com sucesso, é necessário estar com a localização do celular ativada. 

De acordo com o coronel da corporação, a inovação tem como objetivo proporcionar mais segurança e agilidade à população. A Polícia Militar está otimista com os resultados após o início do projeto.

 A nova medida visa diminuir as ocorrências na cidade. Muitas pessoas reclamavam da burocracia para contatar a PM pelo número 190 em casos de emergência e, agora, com o aplicativo, estima-se uma maior praticidade, tanto para a polícia, quanto para a população. Caso a medida funcione, logo será repassada para outras cidades do Brasil.  

ANÚNCIO