O turismo inova e prisão vira um hotel no Reino Unido

ANÚNCIO

O mercado do turismo inova mesmo com pandemia, e agora no Reino Unido você pode fazer um passeio, e até passar a noite num hotel-prisão.

O turismo inova e prisão vira um hotel no Reino Unido 1
Foto: (reprodução/internet)

Com a diminuição do lockdown em muitas partes do mundo, que tal se programar pra ficar trancado e passar a noite em uma prisão?

ANÚNCIO

Bem, agora você pode planejar uma viagem (não sabemos quando) para experimentar como é estar atrás das grades na prisão de Shrewsbury, localizada em Shrewsbury no Reino Unido.

Por somente £49, ou seja, R$354,14 na cotação atual, você pode desfrutar de um passeio pela prisão vitoriana e escolher sua própria cela, antes de dormir com um grupo de amigos.

Mas não se preocupe, você será solto bem cedo na manhã seguinte.

ANÚNCIO

A promessa de um passeio único

A Jailhouse Tours, empresa responsável pelo passeio diz: “Uma noite atrás das grades é uma noite de 12 horas em uma prisão, sem a sentença!

” Traga seus amigos, escolha uma cela, fique à vontade – você está aqui para passar a noite”.

A experiência inclui uma visita guiada em torno de uma prisão assombrada no escuro. Após a visita, passeie pelas alas sozinho ou com seus companheiros de prisão para jogos de cela, um pique-esconde na prisão é realmente inusitado.

“Você pode escolher partir em procura por fantasmas ou simplesmente experimentar dormir em uma cela de prisão de verdade. A noite é sua, portanto, é sua escolha.”

“O restaurante estará aberto para comida e bebidas quentes, para o jantar à noite e o café da manhã pela manhã”.

Uma experiência assustadora

O prédio atual foi construído em 1877 e foi uma prisão em funcionamento até 2013, quando o Ministério da Justiça fechou sete prisões em todo o país, incluindo a Shepton Mallet, a prisão em funcionamento mais antiga do Reino Unido na época.

Leia também: Casa-prisão está a venda nos Estados Unidos

E se você gosta de um pouco de drama, você também pode visitar a prisão vitoriana onde foram mantidos os Peaky Blinders da vida real.

A assustadora Steelhouse Lane Lock-up, em Birmingham, no Reino Unido operou de 1891 até 2016 e abrigou a famosa quadrilha de criminosos que inspirou a famosa série que retrata o período produzida pela BBC, disponível também na Netflix.

O turismo inova e prisão vira um hotel no Reino Unido 2
Foto: (reprodução/internet)

Intrigado? Sim, nós também – felizmente o público em geral está livre para dar uma olhada ao redor do prédio de 128 anos de idade, onde as fotos penduradas nas paredes retratam os membros da gangue como Harry Fowler, Ernest Bayles, Stephen McHickie e Thomas Gilbert, vestindo os seus icônicos chapéus achatados.

Os Peaky Blinders da vida real

Dizem que os Peaky Blinders ganharam seu apelido arrepiante após costurarem lâminas de barbear no alto de seus chapéus, para que pudessem cegar gângsteres rivais com cortes, de um jeito realmente único.

Leia também: Peaky Blinders: confira cinco motivos para assistir à série na Netflix

Eles governaram as áreas industrializadas de Birmingham, Bordesley Green e Small Heath, no Reino Unido no início dos anos 1900, uma época em que a cidade era um dos mais importantes centros industriais do mundo.

Os registros policiais revelam que eles foram presos por delitos relativamente menores como arrombamento de lojas, roubo de bicicletas e “falsas acusações” em outubro de 1904.

Na adaptação produzida pela BBC, a família Shelby é uma das gangues mais perigosas e influentes na cidade de Birmingham na década de 1920. Eles são envolvidos com corridas e apostas ilegais e são famosos pelas boinas que levam navalhas e ajudam a ameaçar e ferir qualquer um que os ameace. A série é estrelada por Cillian Murphy como Tommy Shelby, líder da gangue.

Confira também o trailer da série e conheça um pouco mais da vida de uma das gangues mais famosas do mundo.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fontes: Ladbible, Metrópole.

 

ANÚNCIO