Cientistas encontraram um repelente de insetos que poderia eliminar a COVID-19

ANÚNCIO

Os cientistas afirmaram que o COVID-19 poderia ser eliminado usando Citriodiol, um ingrediente encontrado no repelente de insetos. Os pesquisadores britânicos disseram que descobriram que é um ingrediente ativo que pode ser usado para combater a doença viral, que causa a atual pandemia.

Cientistas encontraram um repelente de insetos que poderia eliminar a COVID-19
Foto: (reprodução/internet)

Em um estudo preliminar, cientistas do Laboratório de Tecnologia e da Ciência de Defesa do Reino Unido afirmaram que o Citriodiol poderia ajudar a combater a COVID-19. Entretanto, o uso de repelentes de insetos com o Citriodiol não é suficiente para ser usado sozinho para proteger contra a doença viral.

ANÚNCIO

Especialistas sugeriram que as pessoas deveriam usá-la com máscaras faciais, atuando como uma camada protetora adicional contra o vírus mortal. Estes produtos também poderiam ser usados em outras recomendações de saúde, como lavagem das mãos.

Leia também: No Reino Unido, as boates podem reabrir mesmo com COVID-19

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos já aprovou o uso do Citriodiol, que é extraído dos galhos e folhas da árvore de eucalipto Citriodora. 

ANÚNCIO

Jacqueline Watson, diretora administrativa da Citrefine, a empresa que fabrica o ingrediente ativo de origem natural, disse que ela acredita que o ingrediente poderia impedir que o vírus mortal se espalhasse ainda mais.

“O que podemos dizer é que sentimos que há uma chance muito boa de que ele possa funcionar contra este vírus, mas é claro que ele precisa ser testado minuciosamente”, acrescentou ela em entrevista ao Sky News.

O Citriodiol já era utilizado por forças militares

De acordo com o último relatório da Sky News, os repelentes de insetos contendo Citriodiol já foram fornecidos às forças armadas britânicas, uma vez que podem ser usados como proteção adicional.

Embora não haja pesquisa suficiente para mostrar sua eficácia, as forças armadas já salvaram os estoques de repelentes de insetos e julgaram que valia a pena tentar como proteção contra o COVID-19.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: Science Alert, Sky News

 

ANÚNCIO