Pix – Aprenda como Cadastrar

ANÚNCIO

Realizar pagamentos está no cotidiano de todo brasileiro, é um dos meios de fazer isso é pelas transferências bancárias, como DOC, TED e boletos bancários. Contudo, essas operações nem sempre são práticas para seu usuário.

Quem nunca sofreu por precisar fazer uma transferência urgente, por conta da cobrança de taxas, ou perdeu o horário para realizar tal função? Pensando nisso o banco central desenvolveu um  aplicativo que irá facilitar essas ações, o Pix

ANÚNCIO

O Pix será o mais novo meio de pagamentos entre pessoas e empresas, funcionará de forma gratuita, e a ferramenta deve substituir os tradicionais TED, DOC. Ele promete ser uma inovação no internet banking brasileiro.

Pix - Aprenda como Cadastrar
Fonte: (Reprodução/internet)

Quer saber mais sobre o Pix e como utilizar seus serviços? Continue lendo esse artigo e descubra como. 

O que é o Pix

Com a proposta de começar a funcionar em novembro de 2020, ele busca praticidade em transferências, pagamento de contas e até recolhimento de impostos e taxas de serviços. Para isso será preciso ter conta em um banco ou em uma fintech.

ANÚNCIO

Um diferencial desse serviço é que os pagamentos serão efetivados em até dez segundos, a qualquer dia e horário da semana. O Banco Central definiu que é proibida a cobrança de tarifas na utilização do Pix para empresários individuais (MEIs), porém há exceções.

Caso a transação seja realizada por meio de canais de atendimento presencial, pessoal da instituição, ou quando a transação for de recebimento de recursos com a finalidade de compra, os serviços podem ser cobrados.

Como funciona o Pix

Com o mais novo sistema de pagamento eletrônico, será possível realizar pagamentos em lojas físicas e online ou fazer transferências entre pessoas, empresas ou instituições do governo. Funciona de forma online, para isso basta saber a chave cadastrada ou QR Code do recebedor.

Em relação ao QR Code há dois tipos no Pix, o dinâmico que muda a cada transação e o estático que permite usar em múltiplas transações e pode ter ou não um valor já definido no código. Existe ainda uma proposta para adotar o sistema NFC, nele é só aproximar o aparelho, em vez de ler um código. 

Essas chaves funcionam como identificação do usuário dentro do programa, cada pessoa física poderá registrar até cinco chaves por conta que ficará vinculada ao banco no qual fez o cadastro, e é por ela que irá receber o dinheiro.

O cadastro da chave de acesso pode ser por meio: 

  • CPF;
  • Número de telefone;
  • E-mail;
  • Combinação numérica aleatória.

Vale lembrar, que a chave usada em um banco não poderá ser usada em outro, mas o usuário pode fazer a portabilidade da chave para outra instituição financeira. 

Como cadastrar no Pix

Para cadastrar no Pix será preciso realizar o registro da chave. Para isso, o usuário deve acessar o aplicativo do banco, que possui conta, e procurar pelo ícone do Pix, que normalmente estará na tela principal ou no menu de ações da plataforma.

Depois selecione a opção de “registrar chave”, daí o usuário deve escolher um dos modos de registro. Com isso, tudo que for depositado naquela chave vai direto na conta do banco onde você se cadastrou. 

Em seguida, o cadastro é enviado ao Banco Central onde ele confere as informações. Após confirmação dos dados, o seu banco irá avisar que a chave já está funcionando.

ANÚNCIO