Tudo sobre consultas, saques e extratos do PIS em 2019

O PIS é o Programa de Integração Social. Em parceria com as empresas, contribui com um valor em dinheiro que financia o pagamento do seguro desemprego e do abono salarial. O objetivo do PIS é transferir um auxílio aos trabalhadores de baixa renda.

A responsável pelo pagamento é a Caixa Econômica Federal. Normalmente, as siglas são unificadas (PIS/PASEP). O PIS é somente para os trabalhadores de iniciativa privada e o PASEP é um tipo de PIS para funcionários públicos.

Antes restrito a aposentados e maiores de 60 anos, o benefício foi estendido por decreto do Governo Federal a trabalhadores de todas as idades.

PIS
Foto: (reprodução/internet)

O saque do PIS/Pasep é realizado em datas pré-estabelecidas, assim como ocorre na liberação do FGTS. Por isso, é importantíssimo saber como consultar seu saldo, fazer saques e estudar seus extratos. Dessa forma, você não irá perder a oportunidade de fazer o recolhimento desse valor, que ajuda tanto nas finanças.

Quem tem direito?

Para ter direito ao recebimento do PIS, o trabalhador precisa cumprir as condições listadas abaixo:

ANÚNCIO
  • Estar cadastrado há pelo menos cinco anos.
  • Ter recebido do empregador remuneração mensal média de até dois salários-mínimos no ano que for considerado para fins de atribuição do benefício do PIS.
  • Ter exercido por, pelo menos, 30 dias, consecutivos ou não, de atividade remunerada no ano-base que for levado em consideração para apuração do benefício.
  • Ter seus dados corretamente informados pela empresa na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) do ano-base considerado para fins de apuração do benefício. 

OBS: Fique atento a essas regras, pois o não cumprimento de algum desses requisitos pode levar à perda do direito ao recebimento do PIS.

Como consultar?

Se você viu as condições e viu que pode receber o PIS, o próximo passo é fazer a  consulta, que pode ser realizada através do site da Caixa Econômica Federal, no site do INSS ou através do aplicativo Caixa Trabalhador. 

Aplicativo Caixa Trabalhador:

  • O aplicativo é compatível com Android e iPhone; 
  • Instale o aplicativo Caixa Trabalhador em seu celular;
  • Abra o programa e informe o seu número de CPF ou NIS. Feito isso, toque em acessar;
  • Verifique na sessão abono salarial se você tem direito ao benefício. Caso possua, você pode consultar o valor tocando em “ver os valores”. Caso não tenha senha de acesso, toque em “Cadastrar senha” para confirmar os seus dados e se registrar.

OBS: Para saber se o valor do seu abono salarial está correto, basta multiplicar o número de meses trabalhados em 2018 por R$ 83,17. Se você trabalhou o ano inteiro, o valor deve chegar a um salário mínimo (R$ 998). Para ter direito ao benefício, é necessário ter exercido atividade remunerada com carteira assinada por pelo menos 30 dias.

Consulta online pelo site da Caixa 

  • Acesse o site oficial cotasidade.caixa.gov.br/;
  • Digite seu CPF; 
  • Digite a data de nascimento; 
  • Automaticamente, aparecerá uma mensagem dizendo se você tem saldo ou não.

Consulta pelo site do INSS

Uma maneira simples de consultar o PIS com o seu número de CPF é por meio do site Meu INSS. A ferramenta centraliza diversos serviços e, além de consultar o seu PIS, você pode conferir o seu tempo de contribuição. Basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Acesse o portal Meu INSS;
  • Clique em Entrar (no canto superior direito);
  • Selecione Cadastre-se;
  • Preencha os dados solicitados (CPF, data de nascimento, nome, e-mail, celular, nome da mãe e estado);
  • Clique em Próxima;
  • Anote a senha que o sistema vai criar para você;
  • Informe seu CPF e a senha;
  • Faça o login e altere a senha para uma de sua preferência;
  • Acesse novamente, desta vez com a sua senha.

Consulta do extrato

É acessado mediante informação do NIS (PIS/PASEP) e da senha da Internet cadastrada, que é a mesma senha do Cartão Cidadão. Neste serviço, são apresentados o detalhamento dos seus dados cadastrais e os lançamentos realizados na sua conta vinculada nos últimos 6 meses.

A tela de Extrato do FGTS exibirá as contas vinculadas ao FGTS para o NIS(PIS/PASEP/NIT) informado, contendo os seguintes dados da conta:

  • Dados cadastrais do empregador;
  • Dados cadastrais do empregado;
  • Data da última atualização realizada no saldo;
  • Saldo;
  • Todos os lançamentos verificados na conta (débitos e créditos) relativos ao mês corrente mais os seis meses anteriores.
  • No Extrato completo são apresentadas todas as contas vinculadas do FGTS para o número de inscrição PIS/PASEP informado, o saldo atualizado e todos os lançamentos das suas contas de FGTS desde o primeiro depósito.
ANÚNCIO