O MIT cria inteligência artificial para design e fabricação de roupas

Máquina transforma estampas em padrões que podem ser reproduzidos em tecido.

Pesquisadores do laboratório de Ciências da Computação e Inteligência Artificial do MIT (Massachusetts Institute of Technology) desenvolveram uma máquina com inteligência artificial que é capaz de criar design de peças de roupas e fabricá-las.

Os investigadores do Computer Science & Artificial Laboratory desenvolveram um sistema de costura que é controlado por um computador. A máquina possui alguns designs de peças que podem ser feitas, mas por ser uma inteligência artificial, é possível que ela mesma atualize seu sistema e crie peças originais.

O MIT cria inteligência artificial para design e fabricação de roupas
Foto: (reprodução/internet)

O projeto foi desenvolvido por Alexandre Kaspar e, até então, foi explicado através de dois estudos publicados pelo cientista.

Moda e Tecnologia

Sabe-se que a Primeira Revolução Industrial teve início com a criação da máquina de tear, que revolucionou o processo de fabricação dos tecidos. Moda e tecnologia são, portanto, duas coisas que estão intimamente ligadas.

ANÚNCIO

Atualmente, essa relação tem aumentando ainda mais, visto que a moda é, basicamente, ditada pelos meios tecnológicos. Além disso, a modernização do setor da moda tem sido um passo importante para o futuro dos artigos de vestuário.

Essa criação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts mostra que ainda há muitas coisas para serem modernizadas no mundo da moda.

Apesar de hoje em dia o processo de criação de roupas já ser bastante mecanizado por meio de máquinas, há ainda uma expressiva parte do trabalho que é realizada por mãos humanas.

Coisas feitas à mão demandam tempo, esforço, dinheiro e estão suscetíveis a terem falhas, prejuízos e outras coisas.

Sendo assim, uma invenção como essa do MIT representa uma oportunidade de acelerar o processo de fabricação de roupas, além de garantir produtos 100% iguais, com menor taxa de erros.

Segundo o pesquisador responsável pelo projeto de criação da máquina, Alexandre Kaspar, eles estão “tentando agilizar o processo de criação para permitir maior personalização ao consumidor”.

Os projetos para a máquina são muitos. Elas podem atuar dentro de fábricas ou ainda em sites onlines, o que daria a opção do consumidor escolher a roupa que quiser para ser fabricada em poucos instantes.

Como as roupas são criadas

De acordo com as informações divulgadas da pesquisa, mesmo os usuários que não tenham nenhuma experiência com costura e fabricação de roupas podem criar uma peça ao usar a máquina.

Isso ocorre porque o software criado foi feito para ser “simples”. Assim como uma máquina de impressora 3D, usuários podem fazer as definições que quiserem e usarem padrões pré-estabelecidos no computador para gerar as peças de roupa.

Os sistema utilizados pelos desenvolvedores do projeto foram o InverseKnit e o CADKnit. Esses sistemas funcionam basicamente convertendo imagens para padrões que serão usados nas máquinas como “pontos de costura” automaticamente.

A ideia é que, através dessa otimização do tempo e da fabricação das roupas pela máquina, os designers possam ganhar tempo, ao invés de passarem dias para criar padrões de pontos de costuras.

O desenvolvedor do projeto acredita que a inteligência artificial poderá um dia ser implementada nas máquinas de costura convencionais, o que representaria um grande avanço no mundo da moda e exigiria do costureiro apenas um conhecimento básico sobre computadores.

ANÚNCIO