Microsoft Pluton: Novo processador com segurança de Xbox para Windows

ANÚNCIO

A Microsoft está criando um novo chip de segurança que é projetado para proteger os futuros pc’s com Windows.

Microsoft Pluton: Novo processador com segurança de Xbox para Windows
Foto: (reprodução/Microsoft)

O Microsoft Pluton é um processador de segurança que está embutido diretamente em CPUs futuras e substituirá o Trusted Platform Module (TPM) existente, um chip que é atualmente usado para proteger hardwares e chaves criptográficas.

ANÚNCIO

Pluton é baseado nas mesmas tecnologias de segurança usadas para proteger consoles Xbox, e a Microsoft está trabalhando com a Intel, AMD, e Qualcomm para combiná-lo em CPUs futuras.

Leia também: Xbox Live tem problemas com logins de usuários no lançamento do Xbox Series

Este novo chip foi projetado para bloquear ataque que estão sendo usados para comprometer os PCs, incluindo falhas de segurança da CPU como Spectre e Meltdown.

ANÚNCIO

A Intel revelou em 2018 que estava redesenhando seus processadores para proteger contra futuros ataques, e Pluton é um passo ainda maior na segurança de CPUs e PCs Windows em geral.

A segurança garantida dos usuários

Os TPMs existentes são separados das CPUs, e os hackers também têm desenvolvido métodos para roubar os dados e informações que passam entre um TPM e uma CPU quando eles têm acesso físico a um dispositivo.

Assim como não é fácil hackear um Xbox One para rodar jogos piratas, a esperança é que será muito mais difícil hackear fisicamente o Windows no futuro, integrando Pluton à CPU.

“Enviamos o Xbox que tem esta proteção contra ataques físicos, assim as pessoas não podem simplesmente pirateá-lo para jogos etc.”, explica David Weston, diretor de segurança de empresas e sistemas operacionais da Microsoft.

Leia mais: Alerta: Microsoft aconselha usuários a mudar autenticação de dois fatores

“Aprendemos princípios de estratégias de engenharia eficazes com isso, e por isso estamos levando essas aprendizagens e fazendo parceria com a Intel para construir algo para o PC que resista a esse vetor de ataque emergente”, disse Weston.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: The Verge, Microsoft

ANÚNCIO