Mascara mata COVID com calor da bateria do telefone

Nanosponges pode neutralizar 90% do coronavírus

A infecção por coronavírus pode ser eliminada por uma máscara facial recentemente desenvolvida com calor, usando um carga de telefone celular. De acordo com o último relatório do News Channel 8, a máscara facial reutilizável foi desenvolvida por pesquisadores israelenses.

Os pesquisadores projetaram a máscara facial com uma porta USB que pode ser usada para conectar a uma fonte de energia, como um telefone celular padrão.

New Mask Kills COVID-19 Using Heat From Phone Charger, Can be Used 20x: Nanosponges Neutralizes Coronavirus Infection

A inovação usa um design que aquece uma camada interna de fibras de carbono de até 158 graus Celsius, que é a temperatura considerada suficiente para matar o novo coronavírus e outros vírus.

A questão principal era ajudar a equipe médica para que eles tivessem o máximo de possibilidades de usar e reutilizar a mesma máscara“, disse um dos cientistas israelenses, professor Yair Ein-Ein.

ANÚNCIO

Os pesquisadores explicaram que os usuários da máscara recém-desenvolvida não devem usá-la enquanto estiver conectada, pois o processo de desinfecção leva cerca de 30 minutos. Uma válvula na frente e faixas para segurá-la no lugar em torno da cabeça tornam a aparência do protótipo semelhante à máscara N95.

Embora a máscara facial possa dar resultados promissores, a equipe de pesquisadores da Universidade Technion afirmou que as máscaras recém-desenvolvidas não são ambientalmente amigáveis ou economicamente amigáveis. Os projetistas queriam criar uma alternativa prática aos descartáveis, uma vez que as máscaras estão em alta demanda em todo o mundo durante a pandemia COVID-19 em andamento.

New Mask Kills COVID-19 Using Heat From Phone Charger, Can be Used 20x: Nanosponges Neutralizes Coronavirus Infection

O mundo da medicina sempre estava se movendo em direção a produtos não reutilizáveis ??ou descartáveis, mas quando você tem uma crise em que precisa de cinco bilhões de máscaras em 2020, em 2021 em todo o mundo, você precisa perceber que isso não é econômico ou ambientalmente amigável”, afirmou. Ein-Ein. “Nem um pouco. Você precisa torná-lo reutilizável e amigável e esta é a nossa solução“, afirmaram que as máscaras faciais podem ser reutilizadas pelo menos 20 vezes, sem afetar sua eficácia.

Enquanto isso, os cientistas descobriram nanosponges que podem interceptar uma infecção por COVID-19. De acordo com o último relatório da Science Daily, especialistas afirmaram que as nanopartículas nas membranas das células imunes humanas e nas células das células pulmonares humanas podem fazer com que o novo coronavírus perca sua capacidade de reproduzir e infectar células hospedeiras, atraindo e neutralizando o vírus SARS-CoV-2 na célula.

Engenheiros da Universidade da Califórnia em San Diego desenvolveram as nanosponges, que foram testadas pelos pesquisadores da Universidade de Boston. As nanopartículas em escala de escala foram chamadas nanosponges devido à sua capacidade de absorver toxinas e patógenos prejudiciais.

Experimentos de laboratório revelaram que as nano esponjas, tanto as de células pulmonares quanto as de células imunes, podem fazer com que o SARS-CoV-2 perca 90% de sua “infectividade viral” de maneira dependente da dose.

 

Fonte: TimesTech

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

ANÚNCIO