Google Fotos: Armazenamento ilimitado gratuito acaba em 2021

ANÚNCIO

Após cinco anos oferecendo backups gratuitos ilimitados de fotos em “alta qualidade”, o Google Fotos começará a cobrar os usuários pelo armazenamento em sua plataforma, quando os 15 GB gratuitos na conta tenham sido utilizados.

Google Fotos: Armazenamento ilimitado gratuito acaba em 2021
Foto: (reprodução/internet)

A mudança na plataforma vai acontecer em 1º de junho de 2021, e vem com outras mudanças na política do Google Drive, como a número de documentos e planilhas do Google Workspace contra o mesmo limite. O Google também está introduzindo uma nova política de exclusão de dados de contas inativas que não tenham sido registradas por pelo menos dois anos.

ANÚNCIO

Todas as fotos e documentos na plataforma antes dessa data não contarão nesse limite de 15GB, portanto o usuário tem muito tempo para decidir se continua usando o Google Fotos ou se muda para outra plataforma de armazenamento.

Somente as fotos carregadas após 1º de junho começarão a contar contra o limite máximo.

A atualização na política do Google Fotos

O Google já conta os carregamentos de fotos de “qualidade original” contra o armazenamento no Google Fotos.

ANÚNCIO

No entanto, tirar backup ilimitado para fotos e vídeos de “alta qualidade” (que são automaticamente compactados para um armazenamento mais eficiente) também tira um dos maiores pontos fortes da plataforma. Era o serviço de fotos onde o usuário não precisava se preocupar com a quantidade de armazenamento que tinha.

Leia mais: Google pede ajuda aos usuários para desenvolver IA no Google Photos

Como nota lateral, os proprietários de um smartphone Pixel ainda poderão carregar fotos de alta qualidade (não originais) gratuitamente após 1º de junho. Não é tão bom quanto o acordo original do Pixel de obter qualidade original ilimitada, mas é um pequeno bônus para as poucas pessoas que compram os aparelhos do Google.

O Google aponta que ele oferece mais armazenamento gratuito do que outros –  15GB em vez dos 5GB que o iCloud da Apple disponibiliza – e também afirma que 80% dos usuários do Google Fotos não vão atingir os 15GB por pelo menos três anos.

OS novos recursos do Google

A empresa enviará alertas e avisos quando o usuário começar a se aproximar daquele limite.

O Google também está colocando novas ferramentas de gerenciamento de armazenamento no Google Fotos, incluindo uma ferramenta que facilita encontrar e excluir fotos que o usuário talvez não queira de qualquer forma, como imagens desfocadas ou capturas de tela.

O Google também vai mostrar uma “estimativa personalizada” mais útil de quanto mais tempo um nível de armazenamento vai durar em termos de tempo, em vez de gigabytes. O Google vai dar uma estimativa média dos uploads de cada usuário, ao longo do tempo.

Por que a mudança?

Uma possibilidade é que faz parte de uma estratégia da empresa para conseguir que mais pessoas comecem a usar o armazenamento do Google One. O serviço agora também inclui uma VPN (Reve privada virtual) gratuita para Android em alguns de seus níveis superiores, e parece que muitos produtos Google estão alinhados com o Google One.

Leia também: Pixel 5 do Google: Carregamento por indução inova smartphone

A explicação do Google  é mais simples: já existe um número alto de fotos e vídeos carregados no Google Photos, e o serviço precisa ser sustentável. Essa é a declaração oficial do Google em um post:

“Hoje, mais de 4 trilhões de fotos são armazenadas no Google Fotos, e a cada semana 28 bilhões de novas fotos e vídeos são carregados. Como muitos de vocês confiam no Google Photos para armazenar suas memórias, é importante que ele não seja apenas um grande produto, mas também continue a atender às suas necessidades a longo prazo.”

“A fim de receber ainda mais de suas memórias e construir o Google Photos para o futuro, estamos mudando nossa ilimitada política de armazenamento de alta qualidade.”

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fontes: The Verge, Google Newsroom

ANÚNCIO