Usuários alegam que o embaixador chinês “gostou” de tweets ofensivos

ANÚNCIO

Enquanto isso, as autoridades dizem que é trabalho de grupos anti-China.

Usuários alegam que o embaixador chinês "gostou" de tweets ofensivos 3
Foto: (reprodução/internet)

Eles disseram que métodos desprezíveis eram usados para enganar o público. Os funcionários estão agora pedindo que seja conduzida uma investigação para o incidente.

ANÚNCIO

O assunto rapidamente se tornou viral depois que um defensor dos direitos humanos compartilhou screenshots dos posts ofensivos no Twitter, que desde então não são apreciados, no site de mídia social. 

Um dos tweets que Xiaoming gostou incluiu uma imagem de drones supostamente mostrando muçulmanos da etnia Uighur de olhos vendados.

Leia mais: China apresenta iniciativa para questões de segurança global de dados

ANÚNCIO

Outro tweet incluía os termos “Free the Uighurs” e “Free Hong Kong”, que acusavam o país de matar seus cidadãos sem ser punido pelo mundo. Alguns usuários do Twitter sugeriram que a conta de Liu tinha um longo histórico de dar “like” em posts aleatórios.

As autoridades advertem o público a não especular

A embaixada da China no Reino Unido instou o público a não especular e divulgou uma declaração negando os “likes”de Xiaoming. O relatório explicava que alguns elementos anti-China atacaram a conta do embaixador no Twitter.

A embaixada disse que espera que o público não espalhe ou acredite no boato. O Twitter, que foi proibido no país, mas utilizado por funcionários governamentais selecionados, recusou-se a fornecer qualquer declaração se a conta do Liu fosse realmente invadida.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: Tech Times, Reuteurs

ANÚNCIO