COVID-19 devasta a indústria do turismo e prejuízo é estimado em bilhões

ANÚNCIO

A indústria mundial do turismo foi devastada pela pandemia de COVID-19, com US$320 bilhões (R$1.795,58 trilhões) perdidos em exportações nos primeiros cinco meses do ano e mais de 120 milhões de empregos em risco, disse Antonio Guteres, Secretário Geral da Organização das Nações Unidas.

COVID-19 devasta a indústria do turismo e prejuízo é estimado em bilhões 3
Foto: (reprodução/nternet)

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, disse em um discurso em vídeo que o turismo é o terceiro maior setor de exportação da economia global, atrás de combustíveis e produtos químicos, e em 2019 foi responsável por 7% do comércio global.

ANÚNCIO

“Ele emprega uma em cada 10 pessoas na Terra e dá sustento a mais centenas de milhões”, disse ele.

Além de impulsionar as economias, “permite que as pessoas experimentem algumas das riquezas culturais e naturais do mundo e aproxima as pessoas umas das outras, destacando nossa identidade comum”, disse ele.

Mas o chefe da ONU disse que nos primeiros cinco meses de 2020, devido à pandemia, as chegadas de turistas internacionais diminuíram em mais da metade e os ganhos caíram igualmente.

ANÚNCIO

O Sr. Guterres disse que isto foi um “grande choque” para as nações desenvolvidas mais ricas.

“Mas para os países em desenvolvimento, é uma emergência, particularmente para muitos pequenos estados insulares em desenvolvimento e países africanos”, disse Guteres.

O turismo representa mais de 20% do PIB

Sandra Carvao, chefe de inteligência de mercado e competitividade da Organização Mundial do Turismo da ONU, disse que os US$320 bilhões em exportações perdidas de janeiro a maio é três vezes o que foi perdido durante o ano de 2009 no auge da última crise financeira global.

E de acordo com o comunicado, “as receitas de exportação do turismo poderiam cair em US$910 bilhões (R$5,1 trilhões) até US$1,2 trilhões (R$6,73 trilhões) em 2020” e isso “poderia reduzir o PIB global em 1,5% para 2,8%”.

Além dos empregos do turismo que estão em risco, o documento de política diz que também estão em risco, empregos em setores associados, incluindo os serviços de alimentação, que proporcionam emprego para 144 milhões de trabalhadores em todo o mundo.

COVID-19 devasta a indústria do turismo e prejuízo é estimado em bilhões 4

COVID-19 devasta a indústria do turismo e prejuízo é estimado em bilhões 5
Foto: (reprodução/internet)

Ele enfatizou que as pequenas empresas “são particularmente vulneráveis”.

O Sr. Guterres disse que o turismo “é também um pilar fundamental para a conservação do patrimônio natural e cultural”.

De acordo com o comunicado, cerca de 7% do turismo mundial está relacionado à vida selvagem, “um segmento que cresce 3% ao ano”.

“A queda nas receitas levou ao aumento da caça furtiva e à destruição do habitat nas áreas protegidas e em torno delas”, disse o secretário-geral, “e o fechamento de muitos sítios do Patrimônio Mundial privou as comunidades de meios de subsistência vitais”.

O Sr. Guterres pediu que o setor de turismo fosse reconstruído de forma segura para as comunidades anfitriãs, trabalhadores e viajantes, e também” equitável e amigável ao clima”.

Observando que as restrições de viagem e o fechamento de fronteiras ainda permanecem, embora algumas tenham sido reabertas, a Sra. Carvao disse que “a recuperação dependerá muito da evolução da pandemia e da situação econômica”.

“Nenhum país escapou do impacto da Covid sobre o turismo”, disse ela.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: Independent, AP

 

 

 

ANÚNCIO