Cadastro Único 100% digital: cadastre-se sem sair de casa

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, mais conhecido como Cadastro Único ou CadÚnico, é uma iniciativa do Governo Federal em conjunto com as autarquias estaduais e municipais para reconhecer a realidade socioeconômica das famílias em situação de vulnerabilidade social.

Para isso, identificam e cadastram as famílias com baixa renda por meio de um registro com algumas informações, como características da residência, identificação de cada membro, escolaridade, situação de trabalho e renda. Com tais informações, é possível selecionar essas famílias para participarem de outros programas de assistência social.

Existente desde 2003, o Cadastro Único tem como gestor federal o Ministério da Cidadania, mas o agente responsável pela manutenção do sistema é a Caixa Econômica Federal. Nesse artigo veremos como é possível cadastrar-se no sistema de maneira totalmente digital.

Cadastro Único 100% digital: cadastre-se sem sair de casa
Foto: reprodução/internet

O Cadastro Único Digital

Até então, o único modo de se cadastrar no Cadastro Único era comparecendo presencialmente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do município. Para isso, um responsável maior de dezesseis ano deveria levar um documento oficial, CPF ou Título de Eleitor, seu e de todos os membros da sua família.

Porém, considerando a pandemia vivida no início de 2020 e as medidas de isolamento e distanciamento social adotadas pelos governos para conter o avanço da doença, muitos CRAS tiveram seus atendimentos presenciais suspensos. Isso dificultou que as famílias menos favorecidas pudessem se cadastrar e ter acesso a benefícios dados pelo Estado.

ANÚNCIO

Ciente disso, a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) propôs a realização de um Cadastro Único 100% Digital, a fim de centralizar os dados dessas famílias e de passar informações confiáveis para elas, possibilitando o cadastro delas da sua própria casa por meios digitais, mesmo que os CRAS continuem fechados. 

Como fazer?

De acordo com a Portaria nº 368/2020 publicada no Diário Oficial da União em 30 de abril de 2020, cidades e estados que decretaram situação de emergência ou calamidade pública em decorrência da nova doença poderão fazer o cadastramento por meio digitais ou telefone.

Caberá às prefeituras e aos governos estaduais definir o método de registro no Cadastro Único Digital, por isso, é necessário consultar informações da sua prefeitura ou estado para saber como proceder. Com isso, é esperado que o número de atendimentos presenciais nos CRAS diminua quando estes voltarem a funcionar.

No próximo tópico, você conhecerá os meios digitais para a realização do seu cadastro, caso esteja liberado em sua cidade.

Como saber se já estou inscrito?

Caso você esteja em dúvida se já está cadastrado ou não no Cadastro Único, pode fazer a consulta por três formas diferentes. A primeira é através do site, que, ao informar alguns dados solicitados no formulário, será emitido um certificado informando ou não o registro no sistema.

A segunda maneira é através do aplicativo Meu CadÚnico, que está disponível tanto na App Store quanto no Google Play e, da mesma forma que no site, solicitará alguns dados pessoais para saber se você está cadastrado ou não. Por fim, é possível fazer essa consulta também canal de atendimento do Ministério da Cidadania, pelo telefone 0800 707 2003.

É importante ressaltar que estar registrado no Cadastro Único não implica na entrada automática em programas de assistência social do governo, como Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida. Cada política pública tem seus próprias regras e requisitos para participar, e para isso é necessário consultá-las no site ou app do CadÚnico.

ANÚNCIO