Auxílio emergencial: saiba tudo sobre o programa

ANÚNCIO

O auxílio emergencial é um dos benefícios oferecidos pelo Governo Federal que vem mudando a vida dos brasileiros. Ele possui o objetivo de garantir uma renda mensal a trabalhadores informais, de baixa renda, MEI (microempreendedores individuais) e contribuintes do INSS. 

O benefício instituído pela Lei de nº 13.982/2020 prevê desde abril, a garantia de R$ 600 à população que está sofrendo com os impactos econômicos causados pela pandemia. Beneficiando cerca de 54 milhões de cidadãos, o auxílio emergencial tinha apenas três meses de vigência inicialmente. 

ANÚNCIO

Porém, com a intensidade da pandemia, esse tempo foi prorrogado cerca de três vezes (atualmente está em sua sétima parcela). Em parceria com a CEF (Caixa Econômica Federal) e o Banco do Brasil, os que possuem direito ao benefício conseguem ter acesso a vários outros recursos. Continue a leitura para saber mais sobre o benefício.

Auxílio emergencial: saiba tudo sobre o programa
Foto: reprodução/internet

Tudo sobre o auxílio emergencial

Como dito anteriormente, o auxílio emergencial já foi prorrogado várias vezes e com o mesmo objetivo: garantir renda à população brasileira em um período tão difícil. A ajuda financeira é oferecida aos trabalhadores informais inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), cadastrados no MEI e também desempregados

No último dia 21, foram liberados novos saques das seis primeiras parcelas do auxílio emergencial – isso para quem se cadastrou no aplicativo ou no site. O saque da sexta parcela de extensão (ainda no valor R$ 300,00) vale para os beneficiários do Bolsa Família e CadÚnico (e para aqueles que já receberam todas as outras parcelas). 

ANÚNCIO

Além disso, serão feitos os depósitos da sétima parcela a beneficiários do Programa Bolsa Família para saque em até 270 dias (nove meses). Neste programa, há cerca de 19 milhões de brasileiros inscritos. Estes, automaticamente, estão inclusos na lista de aprovados para receber o auxílio emergencial. 

Como funciona o calendário do benefício 

Como forma de organizar as datas de saques e depósitos do benefício, existe o calendário do auxílio emergencial (a versão atualizada das está disponível na imagem do início). O calendário conta com seis ciclos, no qual os beneficiários recebem a parcela do benefício com base no mês de nascimento.

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em seis ciclos de crédito em conta poupança social digital e de saque em espécie. Neste mês (Outubro), a Caixa Econômica Federal está depositando crédito referente ao ciclo 3 do auxílio emergencial, mas também liberando saques ainda dos ciclos anteriores. Exemplo:

  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de abril, estão recebendo a quinta parcela este mês;
  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de maio, estão recebendo a quarta parcela este mês;
  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de junho, estão recebendo a terceira parcela este mês;
  • Os beneficiários que receberam a primeira parcela no mês de julho, estão recebendo a segunda parcela este mês;
  • Os beneficiários que se cadastraram recentemente, estão recebendo a primeira parcela este mês;
  • Os beneficiários que já receberam todas as parcelas, poderão sacar a sexta e até a sétima parcela de extensão (ambas no valor de R$ 300,00).

Onde solicitar e receber o auxílio?

Como forma de facilitar o cadastro dos brasileiros para o recebimento do benefício, foi criado o aplicativo Auxílio Emergencial. Disponível gratuitamente para Android e iOS, para fazer o cadastro é necessário informar alguns dados como nome completo, CPF, celular, nome da mãe e outros.

Para ajudar na movimentação da conta do benefício, foi desenvolvido o aplicativo Caixa Tem. Ele também está disponível gratuitamente para Android e iOS, e traz muitos recursos aos beneficiários, como acompanhar a solicitação.

Além disso, é possível também consultar saldos, fazer transferências e pagamentos. Com a situação aprovada, os beneficiários irão receber o auxílio na conta poupança Digital, podendo realizar o saque em até 90 dias depois do depósito. O saque do benefício pode ser realizado nas agências, lotéricas e agentes Caixa Aqui.

ANÚNCIO