Petite Lesbians com SEO

Muitas pessoas ainda acreditam que esse papo de SEO é igual a colocar garrafas pet sobre o padrão de energia elétrica: ou seja, pura lenda. Outros ainda acreditam em estratégias miraculosas demais como keywords escondidas no site, esperando que o site alcance o primeiro lugar! Sim, há pessoas que acreditam nisso tudo, em todo tipo de receita. Meses atrás eu escrevi um texto propositalmente com o título da mensagem de um spam (Cute Petite Lesbians Suck Monster Cock In Garage) que foi enviada várias vezes como comentário para vários artigos no meu site e que havia sido barrado pelo akismet, o plugin anti-spam poderoso para o WordPress! Fiz isso para “medir o clima dos termos” em questão. Dependendo da minha colocação inicial na primeira semana, eu consegui ter uma idéia. As palavras utilizadas no título do meu texto também foram escolhidas a dedo dentre as várias mensagens de spam com temas pornográficos que foram enviadas no mesmo período de festas do ano novo e que provavelmente circularam em milhares de sites espalhados pelo mundo.

Conseqüentemente, depois de alguns dias em que o texto foi publicado os termos “monster cock” e “petite lesbians” tem sido duas grandes keywords que trazem todos os dias alguns visitantes paraquedistas e frustrados vindos principalmente do Google ao meu site. Desde que eu escrevi aquele artigo, o Revolução Etc aparece na primeira página dos resultados orgânicos do Google em português ao buscar pelos termos. O que eu aprendi com esta história?

Bom, primeiro, os sites que poderiam ter estas palavras como realmente relevantes, não o são e não possuem relevância suficiente para “bater” o meu site que fala sobre desenvolvimento e tecnologia. Até onde minha mente consegue compreender, web standards não é lá tão atraente como petite lesbians! Mesmo que este seja o único artigo que traga estes termos e em nenhum outro contexto mais eles aparecem no meu site (até agora), ainda assim o meu texto foi dado como mais relevante que os outros milhares de resultados. Mesmo fazendo uma busca no Google em inglês, meu texto aparece na segunda página dentre mais de um milhão e trezentos mil resultados. Se o mercado de sexo no mundo realmente cresce a cada ano, se milhões são gastos na produção de filmes, comércio eletrônico, etc, onde estão os investimentos em webmarketing e estratégias de SEO? Se os investimentos existem, troquem logo de agência web!

É interessante notar nos resultados orgânicos em que “frases” aqueles termos aparecem nos diversos resultados. No resultado de busca ao procurar pelos termos, observe o trecho logo abaixo do título do artigo (em letras azuis) que está em letras pretas e com as palavras chave digitadas na busca em negrito. Raramente elas fazem parte de uma “frase”, são apenas um amontoado de palavras digitas em algum canto do HTML. Trata-se apenas de um monte de “keywords” escondidas no código como se esta fosse a estratégia maravilhosa de colocar garrafas pet sobre o padrão de energia elétrica do SEO. Enquanto ninguém do mundo pornô faz um investimento razoável, a minha falsa Petite Lesbian que não dá prazer pra ninguém, vai reinar na primeira página do Google, mesmo que não seja tão “petite” assim!