Discussão sobre os rumos da W3C

<update:date="2006-08-29"> Meus chapas Bruno Torres e Diego Eis também escreveram sobre este assunto. Confira lá. </update>

Eu raramente abro espaço aqui exclusivamente para postar links mas não queria deixar essa discussão passar em branco por aqui até mesmo porque eu não vi ninguém citandos estes textos recentemente no Brasil. Os grandes homens (e mulher, a Molly é claro) que construiram a história recente dos padrões web estão discutindo os rumos que a W3C tem tomado enquanto instituição e expressam suas críticas, suas raivas (quem disse que uma ira momentânea não é uma forma de expressão válida e soa como xiitismo?) e suas esperanças.

Essa discussão não começou hoje, já é antiga e eu não sei quem de vocês a acompanham. Em resumo, a escola mais antiga dos padrões como Zeldman, Hixie, Meyer, Veen e Hoehrmann acreditam que a W3C tem abandonado o lema de Leading the Web to Its Full Potential… e até consideram que se a W3C não mudar seus passos, a comunidade internacional em torno dos padrões podem se organizar e encontrar progressos à parte como é o caso dos Microformats que encontraram seu espaço através da iniciativa pessoal do Tantek Çelic e de Eric Meyer (ambos figurinhas repetidas das especificações de CSS da W3C) na divulgação desses chamados padrões ermergentes. A Molly Holzschlag (Web Standards Project) tenta botar panos quentes na discussão defendendo os atuais rumos da organização em uma réplica ao texto do Zeldman.

Os principais links estão em ordem, e outros nem tanto e mesmo que foram escritos um pouco antes fazem todo sentido nesta discussão. Segue a ordem dos links que o Eric Meyer escreveu em seu próprio post. Assim que novos textos forem escritos eu atualizo essa lista.