Despertar: Sandman chega ao fim, pela segunda vez no Brasil

Sandman: Despertar de Neil Gaiman Juro que fiquei com medo, mas finalmente, pela segunda vez no Brasil, Sandman é publicado na íntegra até o fim. Achei que a Editora Conrad, por alguma razão ou outra morreria na praia e não iria concluir a publicação da saga de Morpheus escrita por Neil Gaiman. Poderia ser por baixas nas vendas, ou porque os álbuns eram caros demais para a maioria, ou por ser o Brasil. Não interessa, comecei a comprar as primeiras edições pensando que poderia vender um dia em algum sebo porque nunca estaria completa. Hoje chegou minha última edição, “Despertar”, que comprei no Submarino e que curiosamente furou a fila ao entregar antes mesmo da data prevista de lançamento.

Junto com Cavaleiro da Trevas de Frank Miller e Watchmen de Alan Moore, eu considero Sandman como parte da trindade das 3 melhores obras literárias em quadrinhos de todos os tempos, simplesmente indispensável para quem gosta de quadrinhos como arte e literatura e não só como passatempo. A Conrad, ao longo de toda a série, manteve todos os álbuns de Sandman exatamente com a mesma qualidade editorial e acabamento impecável de luxo. São edições para toda a vida.

Pena para quem não comprou nenhuma edição até agora, se bater a vontade, terá uma grande dificuldade em completar a série, pelo menos esta coleção de luxo da Conrad. Não haverá reprints de edições esgotadas. Terá que recorrer à sorte de encontrar nos sebos. Se correr, até vai conseguir comprar umas 7 ou 8, de 10 edições da saga completa, o que ficaria faltando apenas os 2 ou 3 primeiros livros para tentar a sorte nos sebos. Eu consegui o primeiro livro com um leitor aqui do site. Mas quem sabe você não tem a sorte que eu tive.

Parabéns a Editora Conrad pelo excelente trabalho, parabéns para quem completou a coleção e um brinde “aos amigos ausentes, amores perdidos, deuses antigos e à Estação das Brumas, e que cada um de nós sempre conceda ao diabo o seu quinhão“.