Algumas coisas que eu tive que aprender

  • Nunca seja completamente sincero com uma mulher. O dia que você for, ela deixará você.
  • Demonstre ser um pouco violento na adolescência mesmo que você não seja. E Darwin vai explicar isso melhor do que a diretora da sua escola.
  • Família é mais importante do que você acha, mesmo que as impressões até o final da sua vida te mostre o contrário.
  • Fé não se explica e qualquer tentativa pode resultar em intolerância.
  • Religião só pode ser discutida por pessoas que não tem interesse que você entre para a religião delas. Se este interesse existir, é impossível discutir religião.
  • Chega uma idade em que é preciso tentar planejar a vida estando ao lado de uma só pessoa. Ao menos que queira ter no fim da vida como diversão principal alimentar pombos.
  • Não interessa o quanto planeje sua cerimônia de casamento. Três anos depois vocês vão olhar pra trás e ver que podia ser diferente. Então não planeje cerimônias de casamento até faltar uma semana.
  • Melhor do que aprender, é aprender que o que tinha aprendido estava errado. Agora você aprendeu o certo.
  • Não é possível impressionar garotas com XHTML e CSS e camisetas geeks. Acredite.
  • Documentação de projetos é importante. Muito importante. Mas em alguns casos pessoas que tem tara por isso podem ser redundantes e atrapalhar o projeto. Fique de olho nelas.
  • Nunca critique pessoas no estilo Ad hominem. Pessoas mudam de idéias, você vai mudar muito de idéias na vida. Se critica muito as pessoas, pode acabar como o Leão Lobo, vivendo disso.
  • A Daniela Cicarelli não existe de verdade (assim como um monte de pessoas da mídia). “Gente” assim são antropomorfismos do nosso inconsciente coletivo.
  • “Neste Big Brother os assuntos serão mais fúteis”. Li algo assim em um jornal. Droga, eu adorava as discussões sobre Sartre e Habermas presentes nas edições anteriores!
  • Mãe e Pai são pessoas muito muito importantes na sua vida mesmo que eles tenham cultura, educação, cosmo-visão, etc diferentes da sua!
  • Qual a diferença entre Drummond e Bruno e Marrone falando de sentimentos? Cosmo-visão. Mesmo que Bruno e Morrone não façam parte da minha cosmo-visão e irrite a elite, é estupidez querer empurrar “escargot” para quem só aprendeu comer feijão!
  • Não há porque temer ser piegas vez ou outra na vida. Você vai ser algumas vezes, acredite. A não ser que morra doente e solitário. Mas se você é piegas o tempo inteiro, já existem grupos especializados nisso (emo)!
  • Amor não se explica e você vai acabar se casando com uma pessoa completamente diferente daquela que você idealizou nos primeiros anos de vida e nem por isso será menos feliz. E se você se casar com aquela que você idealizou, nos próximos anos ela será outra pessoa!
  • Pessoas que vivem de criticar os outros são inseguras.
  • O homem é estômago e sexo! Assistam Amarelo Manga!
  • Ler é um prazer que só quem desfruta dele sabe, certo? Mas não é assim com a manga, com a goiaba e a uva? Então não adianta argumentar com pessoas que não são leitores, elas NUNCA vão entender do que diabos você está falando.
  • Todo mundo se contradiz várias vezes na vida. Quanto mais você se cerca e teme para que isso não aconteça com você, mais contraditório você será.
  • Não tente intelectualizar todas as coisas a sua volta. Beijo é bom porque é bom, amamos na maioria das vezes sem razão e Beatles é muuuiitttoo legal.
  • Algumas coisas que você critica hoje nas pessoas estarão presentes na pessoa que vai se casar com você. Inevitavelmente. Então relaxa!
  • Muitos críticos odeiam o Paulo Coelho aqui no Brasil. Na França adotaram ele em algumas universidades. Charles Dickens era “povão” em sua época e “Oliver Twist” foi publicado em fascículos semanais no jornal local e hoje é considerado “literatura universal”! Não quero dizer que gosto de Paulo Coelho (na verdade eu não gosto mesmo tendo lido uns 6 livros dele), mas não dá pra ser maniqueísta na vida.
  • Algumas pessoas gostam do que é extremamente midiático e povão e outras deixam de gostar de bandas e autores no momento em que citam seus nomes pela primeira vez na televisão! Não cabemos no mesmo balaio!
  • Mesmo no século XXI o horóscopo e a astrologia (o ídolo das tribos de Bacon) estão presentes nos jornais. Os mesmos jornais que trazem notícias sobre ciência, sociologia, resenhas literários etc. Nem tudo na vida se explica racionalmente, por isso pare de tentar!