A reação da reinvenção do HTML: Vamos fazer um pouco de pressão?

Fazer pressão foi o termo mais apropriado que encontrei para um texto recente escrito pelo Roger Johansson, Molly E. Holzschlag, Lachlan Hunt e revisado pelo Ian Hickson e também publicado no Web Standards Project (você que não lê em inglês pode ter acesso a uma tradução aqui) em reação ao texto do Tim Berners-Lee e que eu escrevi algo sobre isto aqui. Em resumo o texto convida todo mundo a dar voz sugerindo novas features ao desenvolvimento do HTML 5 já iniciado pelo WHATWG. Esta é a mais forte apologia já feita pelo Web Standards Project a uma padronização que não tenha surgido de dentro da W3C.

Os caras convidam você a assinar a lista de discussão do WHATWG ou então de alguma maneira escrever suas sugestões para o HTML 5 escrevendo no seu próprio site. Eles sugerem algumas questões como:

  • Há limitações com o HTML que gostaria de ver corrigidas?
  • Tem idéias sobre novas características / capacidades?
  • Há algo que possa fazer agora em HTML mas que gostaria de ver melhorado?
  • Tem alguma preocupação com o processo de desenvolvimento?
  • Tem algo a dizer sobre as novas características / capacidades nos atuais rascunhos?
  • Tem alguma pergunta a colocar sobre o HTML 5?

Toda esta história surgiu com as recentes críticas feitas em relação aos rumos da W3C iniciadas pelo Zeldman. Mais uma vez esse cara começou algo grande que pode dar uma nova roupagem para a W3C no futuro. Nos últimos tempos a W3C tem investindo muito mais em solução não voltadas ao mundo real (como a Molly mesmo disse) do que colaborado com o avanço de tecnologias interoperáveis o suficiente para serem utilizadas hoje, como Microformats por exemplo. Tim Berners-Lee escreveu um texto e em um trecho se refere ao WHATWG como “não tendo um processo ou responsabilidade final específica que mensure a si mesmo” (Trecho original: did not have a process or specific accountability measures itself). Reação? Leia o texto “Have Your Say about the Future of HTML” para ver.

Como eu escrevi anteriormente, eu achei Berners-Lee um pouco precipitado. Agora grandes nomes como Molly, Johansson e Lachlan Hunt estão convidando todos para dar continuidade no desenvolvimento do HTML, mas não os do Working Groups da W3C e sim o projeto iniciado por Ian Hickson, ex-W3C. Eu acredito que eles não estão se opondo a W3C em si, até mesmo porque a Molly é membro e uma grande defensora da instituição, mas esta iniciativa pode provar a teoria de que sugestões e iniciativas privadas em conjunto com os esforços de membros e não membros da W3C, as coisas podem sim andar e novos padrões podem surgir.

Só o tempo vai mostrar o quão longe esta pressão recente pode ir. O fato de solicitarem a colaboração do mundo inteiro em enviar sugestões não vai desvirtuar o processo mas servirá de brainstorming com certeza.