Apple ataca novamente: A nova ameaça do Google

ANÚNCIO

A atividade da Apple poderia sinalizar um concorrente do Google, ou uma oferta para fazer da Siri uma nova plataforma de busca para os usuários do IOS.

Apple ataca novamente: A nova ameaça do Google
Foto: (reprodução/internet)

Incentivada pela onda de atividade antitruste que se desenvolve tanto no Departamento de Justiça, a Apple pode estar desenvolvendo um concorrente de busca no Google, de acordo com um relatório do site Financial Times.

ANÚNCIO

Isso seria um movimento cheio de ironia, pois o impulso para o fim das práticas anticoncorrenciais está aparentemente criando uma maior concorrência entre as maiores empresas que já dominam a indústria tecnológica, em vez de entre as empresas estabelecidas e as mais ágeis empresas em fase de arranque.

Sinais do interesse ressurgente da Apple em tecnologias de busca podem ser encontrados tanto em uma mudança sutil, mas significativa, na última versão do sistema operacional iOS 14 do iPhone quanto no aumento da atividade das ferramentas da Apple que são usadas para vasculhar a web e refinar a funcionalidade de busca, informou o Financial Times.

Os planos sutis da Apple

A Apple está agora mostrando seus próprios resultados de busca e links diretamente para sites quando os usuários fazem buscar na tela inicial no iOS 14.

ANÚNCIO

Por contexto, este é um comportamento que tem sido conhecido há algum tempo, já que as pessoas têm visto o recurso aparecer em versões beta do iOS.

Fontes citadas pelo Financial Times disseram que a alteração marcou uma mudança significativa no desenvolvimento da busca interna da Apple e poderia ser a base para um impulso mais amplo na busca.

Apple X Google

A empresa sediada na Califórnia, certamente tem o know-how necessário. Há pouco menos de três anos, ela apoderou-se do chefe de busca do Google, John Giannandrea, no que era visto como uma tentativa de apoiar a base da Apple em inteligência artificial e busca de voz via Siri.

Devido à forma como a Apple está organizada internamente, é improvável que Giannandrea esteja dedicando esforços em tempo integral tanto para um potencial “produto de busca” quanto para a Siri . Mas é possível que ele possa estar emprestando sua experiência a uma equipe que trabalhe em um recurso separado.

Qualquer desenvolvimento de uma ferramenta de busca seria uma terceira maneira da Apple finalmente ter uma ferramenta de busca, que agora usa o Google como seu serviço de busca padrão graças a um contrato lucrativo entre os dois.

Leia também: Amigos e rivais: Apple recebe bilhões de dólares do Google em acordo não divulgado

Enquanto isso, os únicos outros principais serviços de busca no mercado dependem do Bing da Microsoft para alimentar seus resultados.

Traduzido e adaptado por equipe Revolução.etc.br

Fonte: Tech Crunch, Financial Times, Axios, Coywolf

ANÚNCIO