Coronavírus, medidas do Brasil para combater o vírus

Coronavírus, o vírus que chegou e parou o mundo. Saindo da China e se espalhando para diversos países de forma rápida. Nos EUA, várias medidas foram tomadas, NBA cancelada, aeroportos fechados, enfim, tudo buscando conter o avanço do vírus.

Pois é, a situação não está muito boa esses dias, especialmente na europa, onde os índices estão em níveis alarmantes e, enquanto estivermos em estado de calamidade pública, o ideal é evitar sair ao máximo, principalmente quem faz parte do grupo de risco.

Mas, as medidas do Governo não se limitam à quarentena, praticamente todas as áreas têm sofrido mudanças, home office tem deixado de ser “luxo” e está se tornando essencial para a sobrevivência de muitas organizações.

Coronavírus, medidas do Brasil para combater o vírus

Mas então, quais são as medidas que o governo tomou para conter a propagação do vírus e evitar que a quantidade de casos venha a crescer ainda mais?

ANÚNCIO

Nada de exportações agora

Uma das maiores preocupações quando se fala do coronavírus é a falta de preparo em grande parte dos estados brasileiros, no sentido de falta de equipamento, pessoal e espaço para atender à todas as pessoas que podem ser acometidas pelo coronavírus.

Diante disso, uma das medidas adotadas pelo governo, que foi aprovada pelo senado no dia 25 de março de 2020, é a suspensão de exportações de produtos e equipamentos que servem contra o coronavírus, isso para poder suprir à demanda nacional.

Isso aconteceu por meio de uma sessão remota, foi um projeto aprovado por unanimidade, tendo 76 votos. Apenas dois senadores não estiveram presentes, o Davi Alcolumbre (DEM-AP), curiosamente o presidente do Senado, e Nelsinho Trad (PSD-MS), que estão afastados, se recuperando do covid-19.

Dinheiro sendo liberado para combater à pandemia

Além de vetar as exportações, para evitar que falte muitos equipamentos nos hospitais, o senado também aprovou, por unanimidade, que fosse destinado ao Fundo Nacional de Saúde (FNS) a quantia de R$ 6 bilhões de reais, para financiar as ações contra o vírus.

Será um valor que ficará retido e destinado apenas às ações para combate do vírus, por exemplo, a construção de um hospital. Contudo, embora a verba já esteja liberada, nenhum estado ou município executou nada, ou seja, o dinheiro ainda está parado.

Ainda falando de dinheiro, o estado de Alagoas, juntamente com a Corporação Andina de Fomento (CAF), recebeu um empréstimo de, aproximadamente R$ 680 milhões (US$ 136,2 milhões), esse dinheiro é destinado para o Programa Estrutura Alagoas.

E, claro, não saia de casa!

E, uma das medidas adotadas pelo governo que mais tem afetado nosso dia a dia é a quarentena. Com a suspensão de diversos serviços e fechamento de muitos estabelecimentos e centros comerciais, restringindo a propagação do vírus.

Então, evite sair de casa o máximo possível e, se não tiver outro jeito e você tiver que sair, se proteja! Lave bem as mãos e mantenha distância de 2 metros de outras pessoas, quando chegar em casa, troque de roupa e limpe seu calçado com água sanitária.

Contudo, com a contenção, outra preocupação tem assolado diversos especialistas, que é a crise financeira causada pela estagnação no mercado. Para diminuir essa crise, o ministro Paulo Guedes anunciou que vai disponibilizar R$ 200,00 para trabalhadores autônomos.

ANÚNCIO