Web2

Protesto 2.0 – como fazer seu protesto ser ouvido na era da web

Levar sua geladeira que não funciona para a porta do estabelecimento e quebrá-la a marretadas? Colocar fogo no próprio carro retirado zero da montadora porque ele não funcionava direito? Queimar bonecos e pneus na porta de fábricas para protestar contra baixos salários? Toda exemplos de protestos fora de moda. Continue Lendo »


Quem acredita em web 2.0?

A um ano e meio atrás eu escrevi que a web 2.0 não significa nada. Me desculpe! Os comentários naquele texto variam de apaixonados a completamente céticos. A web 2.0 até agora tem sido a maior buzzword da história da internet. E ainda hoje eu continuo achando que Web 2.0 é apenas um santo graal marketeiro. Sorry, mas não há outra forma de dizer isso. Continue Lendo »


Top 7 paradigmas de um projeto para web

Desde que eu comecei a trabalhar passei por vários ciclos que enfatizavam características diferentes do desenvolvimento para a web e sempre baseadas na necessidade profissional e não necessariamente no ideal de paradigmas que podem compor uma excelente estratégia de desenvolvimento. Ficou complicado? Me deixe dar mais detalhes disso. Continue Lendo »


Eu já disse que validação não significa nada?

Lendo textos e comentários em blogs por aí eu fiquei analisando o que muitas pessoas pensam sobre os web standards. Não é vergonhoso não saber algo que você está aprendendo mas é muito triste ver pessoas ostentar aquilo que não conhecem ou que não sabem nada a respeito. É simplemente amador.

Continue Lendo »


Revolução do CSS #5: Farol

O Newton de Góes Horta criou sua versão pessoal do Revolução do CSS, chamada Farol. O design é uma mistura de criação dele e minha. Ele chegou a enviar várias versões anteriormente e sempre com um CSS interessante, mas o design deixando a desejar. O Newton, não é web designer, é gerente de TI da unimed em Brasília, Bacharel em Matemática pela UnB, MBA em Gestão Empresarial, Analista de Sistemas e Programador.

Continue Lendo »