Web Standards e as ferramentas de desenvolvimento

Algumas pessoas me escreveram recentemente (parece até que combinaram de escreverem juntas) perguntando minha opinião sobre ferramentas de desenvolvimento para criar web sites seguindo os web standards. Sendo assim achei que escrever um texto sobre o assunto poderia gerar uma boa discussão com a participação de outros leitores.

Eu consigo ver três grupos distintos relacionados com a maneira com que escolhem ferramentas de desenvolvimento. O primeiro grupo é o dos puristas extremos e fundamentalistas que se não existisse o EditPlus o único outro software de desenvolvimento digno de suas mãos seria o Bloco de Notas do Windows para criar Websites. Geralmente eles alegam que estas ferramentas devem ser leves e a opção de gerar código WYSIWYG nem deve existir. Isso por si só seria um pecado para eles. Nestes programas, ou você sabe tudo o que está fazendo ou você não sabe nada.

O segundo grupo é o dos puristas moderados, que consideram os web standards de forma religiosa tanto quanto os puristas extremos e fundamentalistas mas a ferramenta de desenvolvimento passa a não ter muita importância, desde que se sintam confortáveis e desde que consigam ter 100% do controle do código que é gerado pelas ferramentas. Podem ser ferramentas que facilite o trabalho em grupo ou não.

O terceiro grupo é o do “olha mãe, sem as mãos”, que são aquelas pessoas que fizeram um curso de Webdesigner na escola de informática do bairro e se sentem orgulhosos de verem seus sites bonitos no Internet Explorer. Este grupo geralmente não sabe se web standards é um fabricante de carros ou se é uma marca de xampu. Fazem parte também deste grupo pequenas empresas de web que empregaram o sobrinho porque ele apareceu na empresa com o diploma de web designer e mostrando aquele site feito em Flash “super legal” com aquelas coisas que mexem e trilha sonora.

Vamos ver agora alguns conceitos que vão influenciar em qual grupo você faz parte.

WYSIWYG

O termo WYSIWYG é o acrônimo de “What You See Is What You Get” que traduzido seria o equivalente a “O que você vê é o que você obtém”. Ele refere-se a ferramentas de desenvolvimento que te permite desenvolver web sites sem precisar ter muito conhecimento de “markup” ao mesmo tempo em que te permite ver o site enquanto desenvolve, com a aparência que ele terá no browser depois de pronto. Ou seja, você abre esse software de desenvolvimento, vai selecionando as ferramentas de criar textos, tabelas, aplicação de cores etc tudo em um modo visual. Este é o tipo de ferramente preferido do grupo do “olha mãe, sem as mãos”. Até o Microsoft Word é considerado um editor WYSIWYG. Isso significa que sua tia desempregada consegue fazer uma página web bonitinha de dentro do Word se ela se esforçar. Isso te parece alguma vantagem? Para muitas pessoas sim, mas observe o outro lado da moeda.

Web Standards na veia

Todo desenvolvedor experiente em criar dentro dos padrões web, sabe que é quase impossível uma ferramenta WYSIWYG substituir o olho e a experiência humana. Só nós pessoas conseguimos dar sentido para a informação que nós queremos compartilhar na web e software são apenas capazes de interpretar e tratar aquilo que nós os programamos para fazer. Só você vai saber onde deve colocar um h1 no lugar certo, seu programa WYSIWYG nunca vai saber isso. Em resumo, o conteúdo gerado por estes editores de HTML conhecidos como WYSIWYG só geram lixo e códigos sem nenhum significado, mas que ficam com a aparência desejada desde o início. É o que eu chamo de estilo “bonitinho e ordinário”.

Sites feitos em editores WYSIWYG são mais pesados, mais difíceis de dar manutenção e impossíveis de trocar o template sem precisar encostar no HTML. Se quiser um site diferente tem que fazer tudo do zero. Já os sites seguindo os padrões, são muito mais leves, a informação possuiu significado para os mecanismos de buscas, são fáceis de dar manutenção e fáceis de alterar o design a qualquer hora sem precisar mexer no HTML.

O que você vê não é o que parece ser!

No Brasil ainda existe a mentalidade que um desenvolvedor ou web designer se “forma” ou se “faz” a partir da ferramenta de desenvolvimento que ele aprende. Se você anda pelas cidades brasileiras, sejam capitais ou cidades do interior, facilmente você verá publicidades e faixa em portas de escolas de informática dizendo “Curso de web designer: Flash, Photoshop e Dreamweaver”. E não raro, muitos web designers nascem assim e conseguem se estabelecer no mercado dessa maneira. Até mesmo os recursos humanos das empresas mais imaturas no mercado quando anunciam novas vagas, procuram pessoas com competência no software e não na experiência de desenvolvimento com os web standards. O site bem feito, não é feito somente daquilo que você “vê” na tela, e sim daquilo que você não vê e que está no código. Lembre-se que o que você vê pode não ser o que parece ser.

Mas e sobre as ferramentas?

A escolha da ferramenta de desenvolvimento vai depender de vários fatores. Plataforma a ser utilizada, sistema operacional (Windows, Mac ou Linux), linguagem de programação a ser implementada (ASP, PHP, JSP, ASP.NET) etc. Não existe uma única ferramenta de desenvolvimento que seja a correta. Os puristas extremos e fundamentalistas e os puristas moderados podem até discordar neste ponto, mas no final seguir os web standards é mais importante que a ferramenta, e nisso todos devem concordar.

E sabe qual é a ferramenta que eu utilizo no dia à dia no meu trabalho e em casa? O DreamWeaver da Adobe Macromedia. Isso me coloca no time dos puristas moderados. Para os desinformados, o DreamWeaver é uma ferramenta de desenvolvimento WYSIWYG ao mesmo tempo que possui um modo “hand” de desenvolvimento. Tudo depende de como você quer utilizá-la. Atualmente o DreamWeaver é muito mais famoso como editor WYSIWYG, mas não se limita a isso. Ou seja, você pode desenvolver seus projetos nele tendo 100% do controle do código gerado, seguindo todas as regras do jogo dos web standards. Tudo vai depender de quem está utilizando o software. O DreamWeaver também pode ser utilizado pelo lado negro da força se utilizado no modo WYSIWYG, gerando sites feitos em tabelas e mais tabelas.

Eu já utilizei o EditPlus que é leve e simples e muito popular entre os desenvolvedores mais maduros. É fácil de usar e não exige muitos conhecimentos sobre o programa. O DreamWeaver por outro lado é mais pesado (exige muito mais memória e processamento) e mais complexo, o que exige um conhecimento maior da ferramenta em si. Mas se você tem uma máquina boa a diferença de performance entre os dois softwares será inexistente. Entretanto o DreamWeaver é uma ferramenta que te oferece hints, tolltips e atalhos o tempo todo, possui um find and replace robusto que te permite até utilizar expressões regulares, facilita o trabalho em grupo e possuiu uma implementação de highlights no código fantástico como nenhum outro na minha opinião. Pra mim são essas as vantagens que me fez optar pelo DreamWeaver, não é o código que ele gera (o meu código eu gero tudo na mão tendo todo o controle, acredite), é o conforto da viajem que faz a diferença pra mim.

Existem vários outros programas no mercado, alguns gratuitos e outros pagos. O seu contexto e estilos de desenvolmento pode te fazer escolher outros programas bem mais adequados a sua necessidade. Lembre-se apenas que o resultado final de um bom trabalho depende completamente do seus conhecimentos de web standards e não da ferramenta de desenvolvimento. Por isso nunca culpe o software por um trabalho mal feito.

Com certeza alguém por aqui vive outros contextos e tem outras opiniões. E você, qual ferramenta de desenvolvimento você utiliza e porque? Deixe a sua contribuição para a discussão.

  • http://www.pinceladasdaweb.com.br Pedro Rogério

    Eu costumo usar Dreamweaver também, e o HomeSite 5, agora, se eles gerarem código sujo é por minha causa, por que só uso eles em modo de edição de código!!!!

  • Tiago

    Eu uso o Bloco de Notas, mas estou pensando em utilizar o Edit Plus.

    No Bloco de Notas, eu tenho total controle do código.

  • capixaba

    Eu uso o TopStyle GRATUITO, tem tudo o que preciso pra marcação. Não tem porque mudar.

  • Francisco dos Santos

    E uso o PsPad e o topStyle Lite para os momentos que ocorrem os "Brancos ou apagões" de memória.

    Não afirmo que são os melhores, mas para mim estão na medida certa.

  • http://cirofeitosa.com.br/ Ciro

    Uso o EditPlus a muito tempo. Não consegui achar um outro software que tenha as mesmas funções e leveza dele. Realmente, acostumei com a interface e funcionalidades. Já testei o TopStyle para CSS, mas ainda prefiro codar tudo no EditPlus.

  • Marcos Timm Rossow

    uso o Scintilla.

    Pra mim o melhor. Simples, básico, claro e limpo.

    E claro, livre :)

  • besen

    eu que uso linux e nem tenho poder aquisitivo pra comprar o dreamweaver, me contento com o bluefish e o quanta plus, que aliás são excelentes.

  • Marcelo

    Eu uso o vim, e duvido que existe alguma outra ferramenta melhor para programação em qualquer linguagem.
    Mais customizavel, prático e rápido que o vim, não existe.

  • Mario

    Bom… confesso que utilizava o Dreamweaver mas desde que comecei a ter um blog há uns anos atrás habituei-me a usar o notepad e o Firefox para ver o resultado e agora é esquesito para mim usar o dreamweaver para criar um site.

    Acho que se pode dizer que sou um purista moderado com tendencia para purista extremo…

  • https://accounts.google.com/ServiceLogin?service=blogger&hl=en&passive=86400&continue=http://www.blogger.com/blogin.g?blogspotURL%3Dhttp://mundomozilla.blogspot.com/%26zx%3D12ync1lnalg11&a Paulo

    Concordo com o texto do Henrique. Você pode utilizar o Dreamweaver de modo que as ferramentas que ele te proporciona são fenômenais. Ninguém precisa ir até a aba de designer dele. Você pode utilizar a parte Code, gerando seu código, fazendo as marcações, identações e muito mais. A busca e replace citadas são só um detalhe das opções que o Dreamweaver te dá

  • Aldo Alexandre Marig

    Eu utilizo muito o Dreamweaver no modo de edição do código. Acho legal citar também que o Dreamweaver permite controlar as pastas e arquivos no computador e no servidor (atrvés do ftp).

    Putro software que utilizo pra fazer reparos, quando estou estou trabalhando em um cliente e não me é permitido instalar o Dreamweaver, é HTML-Kit, simples e objetivo e trabalha com os arquivos diretamente no servidor.

    Em cima do que o Mário falou, acho que qualquer software se torna tão comum e óbvio depois de um tempo de uso que sempre é difícil trocar de ferramenta.

  • Lourenço Rizz

    No Windows eu costumo usar o Dreamweaver e EditPlus, no Linux eu costumo usar o Kate e o Bluefish.

  • http://project47.viscountbox.com Carlos Eduardo

    Edit Plus, TopStyle e SciTE são os que uso/usei… Não troco por nenhum outro hehehe =))

  • Archimedes Fagundes

    Eu amo o bloco de notas. Consegui meu emprego pq fui fazer um teste numa empresa e construí um sistema (php, xhtml e css) inteirinho no bloco de notas. Tô até pensando em construir um só meu… arc de notas hehe!

  • Giovane

    Sem sombra de dúvidas o dreamweaver é muito bom para codificar a apresentação do site. Ainda lembro quando consegui visualizar toda uma tabela com um simples clique, se fosse um editor direto no fonte da página, entao seria meio complicado.

    No entanto, utilizo o Eclipse para programar em PHP, enfim, é possivel fazer tb no dreamweaver, mas realmente nao acho apropriado, são propositos distintos na minha opiniao.

  • http://www.inovastudio.com/home/ Rael B. Riolino

    ótimo texto… eu tb utilizo o dreamweaver… além das ja citadas ferramentas e atalhos, ele dispões de um HELP completo sobre tags html, css, xml, e por ai vai…. o que ja me ajudou e MUITO….

    No orkut vira e mexe sai uns bate-boca a respeito desse assunto "Viva o notepad!" :P

    Hoje em dia a grande maioria dos sites que desenvolvo é webstandard, muito embora eu não abro a mão do FLASH, e em muitos trabalhos eu faço uma mescla dos dois…

    Mas é claro… sempre estudando cada caso. Dependendo da empresa e do público, um flash com uma animação é muito bem vindo, assim como pode ter um efeito colateral.

    Eu trabalho com os 2 lados da moeda. Tanto com webstandards como com os Full-Flash. Tudo depende de uma análise dos objetivos do cliente, ou de sua insistencia (hehe)…

    Essa flexibilidade exige um certo cuidado para não acabar se tornando ou "algo muito simples" ou "firula de mais".

    É isso ai….

    Defendo com unhas e dentes os webstandards, mas tb sou a favor do FLASH. Masta saber usar ;-)

    Valeu!

  • Robson Ricardo

    EditPlus na veia ;P

  • Adriano

    Eu uso o Crimson Editor 3.70 e ateh hj não consegui um melhor

    e olha que já procurei …. Suas caracteristícas são:

    – Super leve

    – Freeware

    – Sistema de marcação de sintaxe muito bom

    – Suporte a várias sintaxes (HTML, CSS, PHP, ……. )

    – Salva as abas abertas ao fechar e quando vc volta está lá do mesmo jeito…

    O link desse maravilho editor eh http://www.crimsoneditor.com/

    O único problema é que faz tempo que eu não vejo uma atualização …

  • http://blogdomarin.blogspot.com/ O'Marin

    Ainda não desenvolvo para web no meu dia-adia, mas posso me considerar um purista moderado, pois gosto do código limpo – a medida que vou conhecendo mais padrões, vou melhorando – e gosto dos recursos que a IDE me fornece.

    Quando quero desenvolver editando somente texto uso o ConTEXT http://www.context.cx/

  • Tiago Bega

    Eu estou começando a engatinhar no desenvolvimento web, e já a algum tempo venho me interessando por webstandards etc, mas não acho que o dreamweaver faz um código tão ruim assim basta saber utilizar, e tambem pra gerar sites dinâmicos até hoje não vi nada melhor, só ter alguma manha pra reaproveitar códigos etc que da prafazer muita coisa rapidinho com um código ate que razoavel

    Agora editor não visual até hoje não conheço nada melhor que o UltraEdit ,conhecem ? não vi ninguem falar dele aqui pode não ser tão leve quanto o editplut mas tem muito mais recursos, vale a pena dar uma olhada
    http://www.ultraedit.com/

  • http://www.brunodulcetti.com/blog/ Bruno Dulcetti

    Belo texto… Passei um tempo desenvolvendo no bloco de notas mesmo, controle total você possui, mas ele é horrível na parte de identação, com um código muito grande, vc tem que ficar apertando TAB ateh dizer chega, ou ficar copiando e colando TABS apertadas… Não eh legal isso, fora também, quando vou selecionando o texto pelo teclado, o notepad soh separa por espaços, enquanto em outros editores, as aspas, igual, simbolos, etc, são levados em conta.

    Eu passei a usar o Dreamweaver também, pesadim, mas muito bom, agora com o 8, a parte de CSS está quase perfeita…

    Mas logicamente, na parte de código ;)

    Akele abraço.

  • http://www.arealocal.com.br Sandro Alencar Ferna

    Bom,

    Utilizo o Dreamweaver, também diretamente na Aba Code. E realmente o utilizo em virtude das falicidades que existem no editor de códido. Já na forma visual, nunca trabalhei e não gosto.

  • http://www.partiturasencore.com/ Mark de Souza Costa

    Descordo completamente sobre a afirmação de que existem ferramentas WYSIWYG para a Web. Isso é impossível pelo próprio ambiente da Internet (vejam meu artigo completo em "A Internet não é WYSIWYG" – http://www.mxstudio.com.br/views.tutorial.php?act….

    Para quem procura bons editores de código, existem o XML Spy da Altova (pago) e o Visual Web Developer Express (free) da Microsoft. Eles basicamente impedem, desde que habilitado, que você escreva marcações erradas como fora de um , e indicam onde o código possui uma má formação.

    Sds,

    Mark Costa

  • Fernando Bittencourt

    No Linux, utilizo o Quanta. No Windows, Programmers Notepad, que é muito (muito mesmo!) leve e tem todas as vantagens que você citou a respeito do Dreamweaver :) Foi a resposta que me deram quando perguntei se existia um Bloco de Notas que colorisse o código, hehehe.

  • Luis

    Ola, eu utilizo o EmEditor que na minha opiniao, eh muito bom e customizavel quando ao highlight e outras funcao de search e replace(tem ateh expressoes regulares como o DreamWeaver). http://www.emeditor.com
    E tambem utilizo o DreamWeaver, para css e um pouco de designer.

    []s

    Luis

  • http://aurelio.net Aurélio Marin

    No Windows uso o Vim, no Linux uso o Vim e no Mac uso o Vim.

    Xiita fundamentalista? Não, prático :)

    http://aurelio.net/doc/vim

  • Douglas d'Aquin

    Também entro no time dos moderados… aqui a gente costuma chamar os puristas extremos de "xiitas", mas é só uma brincadeira. Mas é porque normalmente para eles é difícil (se não impossível) aceitar essa opnião de que o Dreamweaver é uma ótima ferramenta de desenvolvimento

  • Carlos Eduardo

    É muito simples para os chamados "xiitas" meterem o malho no Dreamweaver. O problema deles é que não tem conhecimento da ferramenta ou então não tem "máquina" suficiente para rodá-lo. Eu quero ver esses "xiitas" trabalhando em um site de tamanho médio , repito médio, com conexão constante a um banco de dados , se eles vão perder tempo , escrevendo tudo na mão. Se tiverem , trabalham em casa , fazendo o site do "Manuel da Padaria" ou são "sobrinhos" , fazendo o site do "Tio". Não tem nenhuma noção de trabalho em uma Empresa de Desenvolvimento , que exige tudo pra ontem. Trabalho com o Dreamweaver no modo "Code" e não troco por nada. Simplesmente não uso outro modo. Posso garantir , ele agiliza demais o trabalho de um "Desenvolvedor Web" que segue todos conceitos de Acessibilidade , Webstandarts etc … Quem não usa é porque não sabe usar. Deveria tentar aprender , quem sabe assim seria "Produtivo".

  • Junio Vitorino

    Putz, que puta discução da boa, ah cara eu costumo usar duas plataformas e graças ao WebStandards eu consigo fazer isso sem mais problemas. Acho que hoje estou no grupo dos moderados mas acho que um dia já fui "Xiita", hehehhe não sei se por falta de informação ou coisa do tipo, mas hoje me vejo com uma base mais bem formada. Bom quando estou no Mac uso o TextMate que infelizmente custa €39,00 mas vale cada centavo, pois é um ótimo software e que na minha opinião os "puristas extremos" amariam. Já no Windows rodo o EditPlus mas não pelo fato de ser leve nem nada e sim por simples costume, já usei o Dreamweaver e so parei de utilizar porque formatei minha máquina e quando fui instalar de novo vi que não tinha mais o cd (emprestimos eita emprestimos), pois tinha emprestado e não tinham mais me devolvido, ai baixei o EditPlus e to ate hoje, mas já usei o Golive também sempre usando o modo Coder e nunca percebi nada de ruim nos WYSIWYG pois de todos sinceramente nunca usei o modo de edição visual.

  • U r S o L o U C o

    Vamos lá!!

    – Papel

    – Caneta

    – Lapis (HB Nº2 16mg/ Ponta Suave :D)

    – Borracha

    – Café Pilão, Café do Ponto, Café.. Café.. Café..

    – Etc… e tals

    ;-) Pura mamata!!

    Particularmente, quando os projetos já estão pronto e só faltam a programação uso o PHPEditor para programar (seja XML, ASP, PHP, JSP, PHYTHON, T-SQL, ETC…)

    Quando tenho que implementar algo gosto sim do EditPlus para tornar a coisas mais rápidas.

    []s

  • http://www.numclique.net Joares

    Dreamweaver 8 é tudo!

  • http://www.polvo.com.br Antonio Maganhotte J

    Utilizo o Eclipse. Apesar de ser um pouco pesado é o melhor no quesito code complete de meus métodos e classes php. Existem excelentes plugins para XHTML, CSS, PHP e outros. Aconselho! ;)

  • http://www.renatocruz.com.br renato cruz

    Uso o Dreamweaver pelas mesmas razões que a sua.

    Parabéns pelo artigo, achei muito bom.

  • Junio Vitorino

    Ha gente tem outro no mac que e show de bola também e é bem parecido com o EditPlus, e o SubEthaEdit, aconselho aos "Xiitas".

    http://www.codingmonkeys.de/subethaedit/index.htm

  • Túlio

    Também uso DreamWeaver no modo "hand"!!! =D

    As facilidades que ele oferece são muito boas juntamente com o controle do código. Fecha o pacote…

  • Rodrigo

    Eu não troco o dreamweaver por nada!

  • Pingback: Qual o seu nível de conhecimento de Web Standards? » Revolução Etc - Web Standards em uma casca de noz!()

  • http://www.zhp.com.br Henrique Pimentel

    Esse texto é muito interessante, principalmente pelo que ele fala que quem faz o designer é a pessoa e não a ferramenta.

    Eu costumo brincar com colegas meus inicio de carreira, que um bom designer tem que ser capaz de fazer um site bacana usando apenas o MSPaint e o Notepad. Eles sempre me olham com uma cara de total desaprovação.

    Acho importante tambem comentar que esse caminho do codigo mal-feito, tabelas dentro de tabelas infinitas e tudo mais foi obra do Fireworks e do Photoshop, que poularizaram os famosos slices e ja exportavam tudo em um html toscao, mas que era identico a imagem no programa.

    Eu gosto muito do dreamweaver, mas como ferramenta do dia a dia uso o UltraEdit, fazendo testes ele é o melhor custo/ beneficio no mercado. Além do sintax highlighting dele ser um dos melhores ele é altamente adaptavel a qualquer linguagem, é leve, possui muitas ferramentas bacanas de find/replace. Mas é a grande discussão que rolou também no tableless, webstandarts não é substituir tables por divs, e sim aprender o que significa cada tag e onde deve ser aplicada.

    Muito bom esse tópico.

  • Maicon Junches

    Ótima matéria, é verdade sobre o DreamWeaver, sabendo usar.. vai embora hehe

  • Marcos

    Uso o TopStyle e o DreamWeaver.

    O TopStyle é ótimo para o css e o dreamweaver pra adicionar o conteudo e uppar via ftp.

    E o artigo tá muito bom.

  • Vinícius Silv

    No Windows eu usava o Dreamweaver em modo de edição de código. No Linux estou usando o BlueFish e um dia espero ter habilidade pra usar o vim pra tudo (CSS, HTML, PHP, JAVA, C/C++).

    Muita gente usa o Dreamweaver, quantos pagaram por ele? :P

  • Lennon

    Quer usar o notepad pra forçar a "decoreba" dos códigos fontes? Blz! Ótimo!

    Até em um cursinho desses que o Henrique citou ali o professor passou Dreamweaver, e depois no mais avançado ele disse, agora vocês só vão usar o notepad! Ótimo, aquilo foi muito bom, aprendi a programar! Descobri que existia vida por trás do WYSIWYG!!

    Mas sinceramente, quem utiliza o notepad pra programar, pra fazer um site, não tem nada pra fazer, e deve ter tempo de sobra! Porque como o Bruno falou, a identição é horrível, sem contar que o código fica uma goroba! Pra distinguir tags ali no meio só em uppercase, coisa que já vi ser errada!

    Já vi gente fazer tudo no notepad, um HTML ou um banco inteiro em SQL, e eu acho essas pessoas (puristas extremos) um bando de cabeça dura!

    Voltando na pergunta do Vinícius eu também tava pensando isso enquanto lia… e eu uso o Dreamweaver nas escuras mesmo.. não tenho condições de comprá-lo… mas tenho conciência e vontade de comprá-lo assim que eu puder!

  • Lennon

    Esqueci, só complementando, se for usar o notepad, então usa o Edit do DOS, lá pelo menos a identação é melhor! ;D

  • William

    Eu uso o Notepad++, alem de ser leve, ter uma lita de todos os comandos usando Ctrl+Space, ele ajuda em varias linguagens e não somente as de Web, não consegui mais largar dele depois q me acostumei.

    http://notepad-plus.sourceforge.net

    Flw!

  • Paulo Reis

    Scintilla sem duvida nenhum pelo menos para mim é o melhor!

    Super limpo e editavel com cores por padão nada muito cheguei!

    Tem linhas de marcação de abrir e fechar blocos de código!

    E o melhor de todos -> código aberto!

    Único problema é que c vc naum editar o encode, ele vai sempre salvar como 8b.

    No mais é isso!

  • Ricardo Cisneiro

    Eu utilizo o PSPad, pois só codifico em PHP, mas na minha opinião, não se deveria utilizar mais essa estória de codificar na unha, isso deveria ser coisa do passado.

    Caras, eu me lembro bem, à pelo menos 15 anos atrás, quando eu codificava programas em CLIPPER, o que que é isso, um dos maiores programas que eu fiz tinha 20 mil linhas, ninguém merece…

    Mas, os programadores de hoje em dia, as IDE´s são um prato cheio, eles só conhecem o DRAG ´N DROP e acham que são os bons.

    Ter controle do código é essencial, mas isso já deveria ser coisa do passado no que diz respeito a IDE´s.

  • Pingback: Rogério Lino()

  • http://www.thalisvalle.com Thalis Valle

    Olá a todos! Sou novo (de post) por aqui, mas acompanho o Revolução Etc algum tempo, já.

    Sobre a questão da ferramenta, eu tenho percebido que muitos caras utilizam o bloco de notas (mais do que eu imaginava). Mas, na minha opinião (que me desculpem vocês) essas pessoas usam o Bloco de Notas por questçao de moral. Acham que trabalhar com Bloco de Notas irão ficar com "moral". Bobagem.

    Assim como o Henrique eu também faço uso do Dreamweaver 8 e tenho total controle do que escrevo, pois utilizo-o em modo "Code" onde eu escrevo na mão, tudo sozinho, estrutura dinâmica e estática.

    Pra mim que não posso perder tempo devido a prazos curtos o Dreamweaver é uma ferramente que agiliza (mais que o Bloco de Notas) sem que ele dê tudo pra mim.

  • Thomas

    Uso o notepad++ acho o melhor, além de servir pra várias linguagens

  • Felipe Sander

    Uso o dreamweaver pelo fato de facilitar o meu trabalho. Também utilizo o phpeditor (sotfware BR) que é mais leve pra mexer em php.

    Quem usa somente notepad e são defensores ferrenhos dele aposto que se pudessem só usariam máquina de escrever também.

    Notepad não tem nem uma coloração pra diferenciar códigos ccs de html ou de php, fora a tabulação horrível. Sinceramente pra mim não serve, não vejo vantagem.

    Fiquei curioso pra usar o editplus, mas pelo que vejo ele é pago e não free, correto?

    Abraço a todos!

  • Pingback: Tableless vs Web Standards » Revolução Etc - Web Standards em uma casca de noz!()

  • Marcelo Moraes

    […] Bom, entrando na discussão, achei interessante.

    Essa versão 8 do dreamweaver na minha opinião ficou muito bem resolvida, mas depende muito também da máquina que vc trabalha. Ficou um pouco pesado, mas, adianta mesmo o trabalho. Já usei o dreamweaver, agora não mais.

    Uso o Edit plus, q facilita muitas coisas para o desenvolvimento. Não tem todos os recursos do dreamweaver, realmente, mas, é muito mais leve e muito simples de usar.

  • Luiz

    Eu uso o Crinsom Editor..

    além de ser free, é uma ótima ferramenta que possui bibliotecas para diversas linguagens de programação, desde pascal e c, até html, asp, php…

    Preferi utilizar esta ferramenta pois minha máquina no serviço demorava muito para abrir o DreamWeaver.. além disso, me acostumei a simplesmente entender o codigo emontar o site lendo-o…

    abraços

  • Bruno Valente

    Notepad é uma droga… uma máquina de escrever é bem melhor.

    Vim é muito bom. Kwrite e Kate tb. Vim é bom quando se acessa remotamente.

    Dreamweaver é bom, mas depois que comecei a usar Editplus, não o troco por nada… até emulo ele no Wine pra rodar no Linux.

    Só faltava um autocompletation igual ao do Kate. Mas o EditPLus tem um autocompletetion que quebra o galho, você mesmo faz o seu. Facilita e muito a vida do programador.

    O FTP incorporado é show. Só faltava ele criar arquivos pelo FTP e pastas. No mais é isso.

    Abraço.

  • http://joeedman.blogspot.com Joe Edman

    Homesite, TopStyle e PHPDesigner

  • Felipe nMoura

    Eu uso o editPlus, por ser muito leve, tem sistema de cores e tabulações que se bom configurados, ajudam a enxergar o codigo com muita claresa.

    Acho que aqueles que "dependem" de uma plataforma gráfica para programar, correm o risco de em determinado momento, estar apresentando algo para um cliente, na maquina dele, ou mesmo, direto no servidor, e precisar fazer alguma alteração na hora…e aí ? como é que fica, pra se achar no meio daquela sujerama de codigo, que aliás, ele mal conhece ?

    Por isso, acho que padronizar ao maximo possivel, e ter sempre total entendimento sobre o funcionamento do sistema/site, é o que te assegurará agilidade e FUNCIONALIDADE e EFICÁCIA em atualizações futuras.

    valeWWW.

  • Matioli

    Achei o artigo na net e não pude deixar de comentar…

    Também, uso o dreamweaver, mas qdo me perguntam se manjo de dreamweaver, digo que não, já que nem conheço direito os menus dele, mas a janela de código, essa é muito boa, gera tudo colorido e bonito, além do Ctrl+Epaço muito útil quando não lembro daquela funçãozinha em PHP…

    Bom, é isso, sendo assim, acho que entro no grupo dos "puristas moderados" não!?

    Apesar de outra coisa que eu não gosto é pegar script pronto e colocar no site…ai ai, não curto, ao menos que eu estude o script e realmente "entenda" todo ele…flw

  • Leandro Lancelotti

    Já usei Dreamweaver, EditPlus, PsPad, Eclipse entre outros. Hoje isso já não importa mais, pois faço tudo na "unha" e isso é o que importa: saber o que está fazendo e não ficar preso a ferramentas. Nunca usei o Notepad (não sou louco o suficiente :D). Atualmente estou usando o Microsoft Expression Web por algumas razões: 1º – Sou parceiro Microsoft e não pago. 2º – É ótimo para códigos XHTML, CSS, JavaScript. 3º – Segue firmemente os padrões W3C respeitando o seu DOCTYPE (excelente highlight). 4º – Totalmente compatível com os códigos gerados pelo Dreanweaver e outros. Eu poderia ficar horas descrevendo as vantagens aqui. Não digo que ele é melhor nem pior que o dreamweaver, são apenas similares (bem parecidos inclusive).

  • Pingback: Semântico - um pouco mais sobre Web Standards, Tableless, CSS e... Semântica é claro()

  • Paula

    O editplus tb tem busca por expressao regular.

  • Thiago

    Top Style 3

  • Pingback: Diário de um programador » Blog Archive » Leituras de feriado()

  • Rafael

    A questão a ser levantada não é qual ferramenta se usa. Umas são mais produtivas que outras. Quem diz que gosta de bloco de notas ou editores simples, é porque gosta de sofrer. Você usar um editor que pelo menos tem cores para as marcações ou completar alguns códigos, isso é mais produtivo, e nem ao menos você deixa de ter o controle.

    "Quem sabe programar, programa em qualquer linguagem ou ferramenta, mas só os grandes programadores fazem o melhor uso da ferramenta para uma maior produtividade."

  • http://www.cahfelix.com.br Cah Felix

    Excelente texto! Eu uso dreamweaver e notepad++

  • Bruno

    Quando comecei usava o dreamweaver, entretanto o tempo passou e adquiri um conhecimento razoável em HTML, JS, CSS, PHP… o dreamweaver já não dava conta do recado (nunca gostei de usar WYSIWYG).
    Hoje uso o eclipse com muito orgulho, extremamente robusto. Usando o Zen Coding melhora 100% a codificação.

  • Marcus Ortense

    Otimo post, embora eu esteja lendo seculos depois de ser postado . . .
    Eu uso o APTANA pelos mesmos motivos q tu usas o DW