Os Blogs e a credibilidade

Em quem você confia mais para escrever sobre economia, em um economista ou em um jornalista? Em quem você confia mais para escrever sobre tecnologia e desenvolvimento, em um desenvolvedor experiente ou em um jornalista treinado no jargão do desenvolvimento? Quem entende mais de tecnologia, Steve Jobs e Bill Gates, dois nerds que nunca concluíram um curso sequer de graduação ou um time inteiro dos melhores jornalistas do Brasil? Enfim, em quem você confia mais, nas pessoas que escrevem de graça e por prazer ou em quem está querendo vender jornais? Continue reading “Os Blogs e a credibilidade”

Top 7 paradigmas de um projeto para web

Desde que eu comecei a trabalhar passei por vários ciclos que enfatizavam características diferentes do desenvolvimento para a web e sempre baseadas na necessidade profissional e não necessariamente no ideal de paradigmas que podem compor uma excelente estratégia de desenvolvimento. Ficou complicado? Me deixe dar mais detalhes disso. Continue reading “Top 7 paradigmas de um projeto para web”

Qual a exigência do mercado em relação aos padrões web?

A demanda por cursos e treinamentos online no Brasil tem um histórico interessante de altos e baixos. E ela está intimamente relacionada com o interesse em adquirir determinado conhecimento sem contratempos, sem os tropeços que poderíamos ter aprendendo algo sozinho (o que é completamente possível) e totalmente voltado para o mercado de trabalho em um espaço de tempo curto. Conseguiu acompanhar todas essas variáveis? Então vou repetir: demanda por determinada tecnologia + aprendizagem eficiente (que é igual a “sem enganos”) + oportunidade de trabalho + conhecimento / amadurecimento profissional em um espaço de tempo menor = emprego garantido. Ou seja, você consegue aprender Linux e PHP sozinho tranqüilamente sem ninguém por perto. Acredite. Saiba que você vai gastar um tempo “x” para adquirir a experiência “2X”. Continue reading “Qual a exigência do mercado em relação aos padrões web?”

Pra não dizer que não falei das flores

charge xô Sarney Acredito que um dos maiores feitos alcançados pelos blogs nos últimos anos no mundo é a capacidade de descentralizar a informação da mídia tradicional. Mesmo que a quantidade de brasileiros conectados à internet ainda seja relativamente pequena, o poder de alcance que um bando de blogueiros conseguem juntos obter é tamanho. Talvez estejamos iniciando a época em que o blog seja mais poderoso que a caneta, porque a caneta já é mais que a espada há muito tempo. Mais vale uma palavra escrita em um blog à la WordPress e Blogspot do que um texto em um pedaço de papel. Acreditas que revoluções poderão nascer nos blogs? Continue reading “Pra não dizer que não falei das flores”

Os melhores textos que eu discordo!

Recentemente conversei com algumas pessoas sobre a passionalidade com que as opiniões são expressadas na web. Na verdade a web funciona como um catalisador de algo que sempre existiu que é a rivalidade no mundo das idéias. Há 100 anos atrás a quantidade de pessoas que expunham publicamente suas idéias era infinitamente menor do que é hoje. Qualquer criança de 8 anos hoje consegue criar uma conta gratuita no Blogspot e começar a escrever sobre futebol de botão se quiser.

Continue reading “Os melhores textos que eu discordo!”

Opa, democracia aqui não! Este espaço é privado e sou eu que mando nesse blog.

Parece que mesmo em países livres, uma das coisas que as pessoas nunca se cansam de falar é em democracia. Na web não é diferente. Todos querem nos lembrar da liberdade de expressão, do código aberto, exaltando a liberdade e por aí vai. Quando se fala em democracia parece que todos se tornam irmãos. Menos o bolso de alguém. Já faz um bom tempo que eu leio eventualmente nos comentários de vários blogs (não vou ficar aqui citando e se você ainda não leu algo parecido, você lê pouco) onde leitores insistem enfaticamente que aquele espaço "tem que ser democrático" que ele "tem liberdade de expressão" e ele (um leitor qualquer) pode falar ali o que quiser nos comentários do site. Continue reading “Opa, democracia aqui não! Este espaço é privado e sou eu que mando nesse blog.”

Webdesigner, arquiteto da informação, técnico de seleção de futebol ou presidente da república. São todos uns malditos.

Existem algumas vantagens em algumas profissões que pessoalmente eu invejo. Mas todas parecem possuir alguma desvantagem em algum aspecto, mas outras possuem muito mais. Calma que não estou lamentando a profissão que escolhi e muito menos quero buscar novos ares. Mas acompanhe comigo o que realmente eu quero dizer.

Continue reading “Webdesigner, arquiteto da informação, técnico de seleção de futebol ou presidente da república. São todos uns malditos.”

Qual o seu nível de conhecimento de Web Standards?

São várias pessoas que passam por aqui no Revolução Etc todos os dias, vindas do Google, do Tableless, do Webinsider e por aí vai. Muitos me escrevem sugerindo textos, pedindo dicas e/ou elogiando os artigos e participando da discussão nos comentários. Inspirado em um post do Roger Johansson sobre o nível de conhecimento de XHTML, resolvi fazer uma versão em português e contextualizada para saber mais ou menos qual o nível de conhecimento de web standards que os leitores que por aqui passam possuem. Continue reading “Qual o seu nível de conhecimento de Web Standards?”

Web Standards e as ferramentas de desenvolvimento

Algumas pessoas me escreveram recentemente (parece até que combinaram de escreverem juntas) perguntando minha opinião sobre ferramentas de desenvolvimento para criar web sites seguindo os web standards. Sendo assim achei que escrever um texto sobre o assunto poderia gerar uma boa discussão com a participação de outros leitores.

Eu consigo ver três grupos distintos relacionados com a maneira com que escolhem ferramentas de desenvolvimento. O primeiro grupo é o dos puristas extremos e fundamentalistas que se não existisse o EditPlus o único outro software de desenvolvimento digno de suas mãos seria o Bloco de Notas do Windows para criar Websites. Geralmente eles alegam que estas ferramentas devem ser leves e a opção de gerar código WYSIWYG nem deve existir. Continue reading “Web Standards e as ferramentas de desenvolvimento”

O que está faltando nos blogs brasileiros?

Poucas vezes eu ouvi e/ou li alguma coisa sobre a blogosfera brasileira que expressasse a minha opinião tão bem quanto a de um grupo que está tão por perto. O pessoal do BlogBits (o site não existe mais), meus chapas Bruno Torres, Diego Eis e Leo Faoro, gravaram um podcast muito interessante sobre a Blogosfera Brasileira (o site não existe mais) e a qualidade dos blogs escritos em português, que me inspirou a escrever este texto. Recomendo que você ouça o podcast e leia o texto “Faltam Leitores?” do Leo Faoro. Agora se você achar isso tudo muito grande, muito conteúdo, muito texto, junte-se as nossas estátisticas sem ressentimentos.

Continue reading “O que está faltando nos blogs brasileiros?”