Qual o seu nível de conhecimento de Web Standards?

São várias pessoas que passam por aqui no Revolução Etc todos os dias, vindas do Google, do Tableless, do Webinsider e por aí vai. Muitos me escrevem sugerindo textos, pedindo dicas e/ou elogiando os artigos e participando da discussão nos comentários. Inspirado em um post do Roger Johansson sobre o nível de conhecimento de XHTML, resolvi fazer uma versão em português e contextualizada para saber mais ou menos qual o nível de conhecimento de web standards que os leitores que por aqui passam possuem. Para participar, após ler meu artigo, basta deixar um comentário falando em qual nível você se encontra (se quiser deixar outros comentários também serão bem vindos). E é importante que você seja sincero na sua resposta.

Lembre-se que o fato de estar em um nível e não em outro pode muitas vezes estar relacionado a atividade que você ocupa. Um programador apenas que não está acostumado a implementar XHTML e nem CSS mas tem um bom conhecimento de padrões web corresponde a uma realidade bem diferente de quem tem por obrigação fazer este tipo de implementação sozinho todos os dias. Cada contexto justifica um nível. Vamos então aos níveis.

Nível 0

Este nível corresponde a maioria das pessoas que utilizam a web todos os dias. Se chegaram a ver alguma folha de estilos ou códigos de XHTML um dia foi por puro engano. Estas pessoas provavelmente nunca vão trabalhar com web standards e o conhecimento delas é limitado apenas a como utilizar a web e nunca como “construí-la”.

Nível 1

O nível 1 é o das pessoas que sabem um pouquinho mais que as do nível anterior ao saber que HTML existe e que com ele é possível publicar páginas na web. As vezes já até publiou alguma página web na vida por diversão utilizando algum editor WYSIWYG como o Frontpage, Microsoft Word ou algo do gênero. Este nível também pode ser daqueles designers que se dão muito bem com os editores WYSIWYG ao ponto de quase nunca nem dar uma espiada no código fonte para ver como é. Tudo é feito em um modo visual. No final eles até conseguem desenvolver sites com um visual legal mas completamente distante dos web standards.

Nível 2

Este é o nível daqueles que trabalham no modo WYSIWYG em um editor de sites visual e vez ou outra alteram alguma coisa direto no HTML. Este nível pode ser de designers que não se importam com código ou pode ser o nível de programadores que acham que o HTML é tão simples (limita-se apenas a apresentação de alguma coisa) e não vêem razão para se aprofundar em conhecimentos relacionados a web standards. Eles preferem ir direto para o Visual Studio, ou outro programa similar, fazer a coisa toda funcionar logo com a programação do que se preocupar com padrões. Este também é o nível de desenvolvimento de vários sistemas web e CMS disponíveis no mercado.

Nível 3

Este nível corresponde a daquelas pessoas que aprenderam a trabalhar com HTML na mão, aprenderam a usar gifs transparentes para criar deslocamentos, aninhar tabelas etc. Alguns aprenderam a trabalhar assim antes mesmo da popularização dos editores WYSIWYG. E depois da chegada destes tipos de editores, eles não encontraram mais nenhum razão para adquirir mais conhecimento sobre web standards, considerando que praticamente tudo que precisam pode ser feito em um modo visual. Geralmente os profissionais deste nível conseguem se virar bem no modo de código para implementar algum JavaScript, colocar easter eggs por diversão, mas lá não há nada realmente que os atraia.

Nível 4

Este é o nível das pessoas que colocam um doctype em seus documentos intencionalmente. Também é o nível daqueles que querem utilizar o XHTML 1.1 ao invés do HTML 4 simplesmente porque acreditam que se existe uma versão superior do HTML ela deve ser de alguma maneira melhor. Os profissionais deste nível pararam de utilizar tabelas mas mantem a mesma estrutura lógica que as tabelas só que as trocaram por divs. Alguns deles até se gabam de conseguir renderizar alguns dados tabulares no browser em formato de “tabela” escritos utilizando divs. Os documentos da W3C ainda são uma incógnita e as “referências normativas” nada mais são do que um conjunto de palavras desconhecidas. Os que estão neste nível demonstram ter interesse maior em querer aprender cada vez mais e é provável que estejam no caminho certo. Eu espero que estejam.

Nível 5

A maioria dos profissionais bem sucedidos por utilizar os web standards podem se encontrar aqui neste nível. São as pessoas que pensam em semântica e na estrutura primeiro ao invés de considerar a apresentação. São os profissionais que estão realmente procupados com o progresso da web e se interessam em seguir os web standards à risca, e seus dilemas diários estão mais relacionados a escolher qual o melhor tipo de listagem a ser escolhida do que “como fazer” alguma coisa. São aqueles que entendem que até os nomes de classes podem possuir valores “semânticos” no lugar de nomes presentacionais. São aqueles que possuem ótimo conhecimento de CSS e de semântica, e a arquitetura da informação é minuciosamente considerada em um projeto web antes de sentar e já ir codificando alguma coisa. Os documentos da W3C são a referência normativa diária e conseguem se virar nestes documentos.

Nível 6

Este é o nível dos profissionais que tem um interesse pelas especificações da W3C além de simplesmente entender como se faz. Estes são os desenvolvedores que não se contentam apenas com semântica de XHTML e se interessam por outras linguagens de marcação como XML, RDF e compounds. São também aqueles que vêem nos microformats e nos diferentes formatos de syndication parte do futuro da web semântica. Eles tem uma tendência de utilizar certas coisas mesmo que não possua nenhuma aplicação muito prática hoje e sim no futuro, simplesmente por que relamente sabem o que estão fazendo ao contrário da maioria das pessoas.

Estas são as minhas considerações somadas as do Roger Johansson. Você pode deixar sua contribuição me informado em qual nível você acha que você se encontra deixando seus comentários.

129 thoughts on “Qual o seu nível de conhecimento de Web Standards?”

  1. Hum, acho que estou no nível 4, mas tem muita coisa do nivel 5 que posso encaichar na minha carapuça, tipo eu era facinado por flash a um ano e meio atrás, mas desde o dia que entrei pela primeira vez no Tableless, isso mudou. Hoje faço alguns trabalhos buscando ser o mais profissional possível, e tento colocar nos meu projetos o máximo de semântica possível, só falta alguma coisa por falta de conhecimento e tempo para adquirí-lo, mas isso eu acho que vou resolvendo aos poucos.

  2. Cara bacana a materia !

    bem no meu caso estou entre o 4 e o 5 !
    acho que mais pra 4 do que 5.
    o 5 é muito pra mim, mas o 4 é pouco,
    hehehe conheço a w3c e nao uso div como tabela.

    bem ate mais

  3. Deveria existir um nível 7 post, que poderia ser atribuído à galera que cria documentos para a W3C. Esse seria o nível Master! Seria o nível daqueles que guiam aqueles que querem contribuir!

    "Cinco e-mail" pra mim por conta do entusiasmo sobre microformats, xfn e atom mas não usá-los tanto quanto deveria! 😉

    Gostei do post!

  4. Acho que me encontro entre o nivel 4 e 5, mais pro 4 do que pro 5, não uso divs como tabela, entre outros…

    mas estou me esforçando pra chegar no nivel 5

  5. Estou no 5.

    Acredito que acima disso não é necessário para quem somente trabalha. Nível 6 é importante para o pessoal que estuda sobre isso, faz pesquisas no campo, etc.

    Tim estaria no nível 7!? 🙂

  6. Estou no nível 5 e aos poucos catequizando os desenvolvedores da minha empresa para um máximo de web standards possível.

    Evoluindo sempre. Só não me encaixo ainda no nível 6 porque o mercado ainda não me permite. Pode parecer fraco da minha parte falar isso, mas tempo de desenvolvimento é diretamente proporcional ao dinheiro que me pagam pra isso. Ainda não aprendi a vender o nível 6, porque como dizem, é o FUTURO.

    Eh isso ai! Abraco

  7. considero-me no nível 5, e ainda procurando aprendizado para chegar ao 6. Microformatos, RDF, entre outros me interessa, mas creio que por ser profissional voltado mais para desenvolvimento web (análise e programação), não me senti – ainda – a vontade para esclarecer melhor estas últimas tecnologias, visto a existência das linguagens que busco aprendizado.
    []s

  8. Da utlima vez que fiz uma página eu tava no nivel 1 indo pro 2, agora que comecei a estudar web semântica e web standards – ainda nao desenvolvi depois dos estudos – vou fazer o maximo para que o proximo trabalho seja nivel 4 pra 5.

    Antes nem sabia que tinha esse tal de "web semantica" =D

  9. estaria no mesmo patamar do Fellipe Cicconi… Conheço MF, XML, trabalho sempre que dá… Mas como ele disse, deveria dar mais ênfase a essa parte…

    Conhecimento tenho, produção, nem tanto…

    E vc Henrique, estaria aonde nesse nível?

  10. Bom,
    Primeiro parabéns pela matéria, muito legal.
    Sou obrigado a achar comiga a Resposta do Diego Eis.
    Eu, onde estou? como a maioria, numa transição entre o nível 4 e 5, considero-me, fim do nível 4 e com escapadas no nível 5, porém as vezes, as "gafes" aparecem e aí continuo no nível 4.

  11. Primeiramente, parabéns por mais uma matéria interessante, sempre com um tom de "tapa na cara", acho nota 10 o teu estilo de expor as idéias.
    Bom, hoje, creio eu, posso me considerar migrando do nível 4 para o 5, aos poucos mas com muita dedicação. Acho que mesmo os níveis menores, pelo menos no que diz respeito a minha formação profissional, serviram para alguma coisa. Lááá no início, quando eu ainda tinha dúvidas com relação à escolha de uma carreira eu passei pelo nível 0, chegando ao 1, pulando para o 3 talvez. Na verdade acho que cada uma das pessoas que são profissionais de qualidade hoje, já passaram alguma vez pelo níveis mais baixos, o diferencial foi a busca pelo conhecimento e reconhecer que ainda falta um longo caminho para se considerar "pro".
    Abraços Henrique!

  12. Pingback: SemJanelas.net » Designers, Desenvolvedores, Engenheiros, Cientistas
  13. acho que estou no nível 4…por ai , tenho algum conhecimento mas falta pratica e tempo para estudar
    em breve estarei me dedicando mais

  14. Eu estou no 4,5 hehehe entre o 4 e cinco, pois penso muito na semântica, na organização do css e xhtml, mas falta um pouco de teoria com propriedades mais avançadas, em breve eu vou passar para o 5.

    Muito legal o artigo 😀

  15. É, pensando somente nessa parte (html, xhtml, xml, css) de desenvolvimento para internet acho que eu estou transitando do 5 para o nível 6.

    Mas como webmaster, pelos "pepinos" que passo diariamente, sei que tenho muita coisa para aprender ainda.

    Iclusive, vou voltar pro trabalho que a bomba estourou essa semana. Vlw T+

  16. Acredito que eu esteje no 5 nível, me preocupo bastante com a semântica, usar cada tag no seu devido lugar.

    Ótima dobradinha, XHTML e CSS, o trabalho fica muito mais divertido…

  17. Estou no nivel 4, mas o nivel 3 ainda me chama em algumas coisas antigas que tenho preguiça de refazer.

  18. Gostaria de parabenizar o sítio e a mensagem publicada. Descobri o sítio há três dias e não paro de indicar e me propûs a passar todos os dias por aqui, apesar de ser programador.

    Estou no 4 ainda…

  19. boa henrique… bom citar essa parte profissional e pessoal. Pois nem sempre no trabalho você tem a mesma disponibilidade e liberdade de utilizar o nível 6 por exemplo…

    Akele abraço.

  20. Qndo vi q eu tava no nível 4, fiquei meio assim, pensando q seria até o nível 10… imaginei… tô frito… eehehhee…

    Mas… bom saber… to pulando pro nível 5…

    Muito bom artigo viu Henrique?! Está de parabéns!

  21. Eu estou estágiando no nivel 5,até pq eu não sei/tenho prática de usar tabelas, de tanto ler sobre websta. eu acabei preferindo aprender logo do jeito certo (vi essa frase em algum blog…não me lembro agora qual)

  22. Acho que estou no nível 4.alguma coisa…
    Falta, ainda, um pouco mais de dedicação à leitura das especificações. Documentação do W3C não é o meu forte. Geralmente busco mais a prática dos standards do que conhecer a teoria a fundo.

    Primeira vez que comento aqui no Revolução, mas sempre acompanho os posts. Queria deixar meus parabéns a você, Henrique, pelo excelente trabalho. Profissionais assim ajudam a tornar a web um "lugar melhor". 😀

  23. Me considero no nível 6, porém com algumas rebarbas em alguns itens. Achei que faltou o nível acessibilidade, que é fundamental neste post.

    Há questões interessantes também que não foram levantadas, como programação para Web, Usabilidade, Segurança, manipulação de dados, etc. Ou seja, falta todos os fundamentos da Engenharia de Software que deve haver por trás dos sistemas Web (não estou falando de WebSites apenas).

    Um profissional da Web não deve se satisfazer em aprender os padrões apenas. Acredito que todos aqui consideram que isso seja o fundamental para qualquer profissional. Felizmente ou infelizmente, "o buraco é muito mais embaixo".

  24. Me encaixo com o nível 4 ainda, mas com algumas aspirações no nível 5 e tendo como objetivo o nível 6.

  25. Concordo com Thiago Machado em partes. Realmente é meio estranho você rotular (ou auto rotular-se) para saber se alguém (ou você mesmo, no caso) está em um nível tal ou qual. Acho que pode haver pessoas "nível 2" com conhecimentos em "nível 5", e por aí vai.

    No entanto, diria que se não fosse pela "arquitetura da informação" e sobre os documentos da W3C serem "referência normativa diária", estaria no "nível 5", mas, devido ao que disse, atualmente encontro-me no "nível 4".

    O que dificulta um pouquinho, por falar nisso, é que pessoas que não sabem ler inglês muito bem (ou nada, mesmo), como eu, por exemplo, têm certa dificuldade e dependência em ficar à mercê daqueles que já foram traduzidos pelos brazucas… Creio que poderia haver alguém (ou "alguéns", rs) interessado(s) em traduzir todos os documentos!

    Claro que os tradutores já nos ajudam muitíssimo com os documentos prontos até hoje, mas claro que algum conhecimento contido em algum texto novo, ou que simplesmente ainda não foi traduzido, ficará "disponível" somente aos que conseguem ler em inglês…

  26. Pingback: Bruno Alves
  27. Diria estar mais ou menos na metade do nível 5 viu…, enquanto lia este artigo me senti voltando aos meus tempos de iniciante em web hehehe, realmente me vi passando por todos estes níveis, e com certeza tenho a segurança hoje de me ver como um profissional que se compromete em projetar segundo os padrões. Creio também que demore um pouco ainda para começar a me adentrar no 6º nível, já que para vencer a barreira do 5º, têm-se que ralar bastante…

  28. Artigo perfeito =]

    Há 5 meses atrás eu nem conhecia tableless. A maioria dos meu trabalhos são nivel 3.

    Me considero no nível 4 =] com exceções relacionadas com etc

  29. Como muitos ja disseram antes, Eu me considero no nivel 4 indo para o 5. Mas pra min é importante continuar em busca de informações sobre Web Standards(XHTML, CSS ,DOM).

  30. Tô no 3.75…

    Quase um 4, mas num me liguei ainda na diferença do xhtml pro html… Daqui vou direto pro Google.. hehe

  31. Muito bom o texto, me considero do nível 5 para o 6, embora não tenha tanta experiencia é para o caminho do sexto nível que estou seguindo.
    Espero que todos aqui busquem o mesmo, seria ótimo para os sites brasileiros.

  32. Provavelmenste estou no nível 6.
    apesar de ainda não ter visto a referência de todos os microformats ainda.
    e ainda não ter aprendido a utilizar o svg ainda..

  33. Acho que estou no nível 5. Uma coisa que considero interessante falar é a falta de cursos fora das capitais. Seria de melhor aprendizado a todos, se houvessem mais cursos ou que os centros de treinamento proporcionassem cursos on-line.

  34. Acredito que eu estaj aentre o nível 4 e 5, se tivesse um 4,5 (quatro e meio) eu me enquadraria neste nível.

  35. Estou no nível 5, mas em busca do 6!

    Mto boa a idéia do post. No final monte um gráfico pra gente ter uma idéia do nível da galera!

    Abraço!

  36. Este negócio de auto-rótulo eh meio estranho hahaha

    Por que vocês não fazem um quiz bem difícil e com umas perguntas bem específicas, tipow sem aquelas perguntas que induzem ao usuário a chegarem a uma resposta (forms que induzem opiniões e respostas são uma puta duma sacanagem ahahahah).Ai para dificultar mesmo a coisa.. coloque as perguntas em ordem aleatórias e disposição das alternativas também.. ou crie várias perguntas de um mesmo assunto de maneiras diferentes 😉 hehehe

    Assim o cidadão que faria o teste e veria o nível que ele está (ou na pior das hipóteses, o nível que ele "acha" que está…)

    E ficar dizendo aqui o nível que está hehehe para falar que sabe… hahahahah velho isso é muito fácil 😉

    Afinal auto-rotular é fácil…. você passa uma imagem que você quer que os outros acreditem nela heheheh (O pessoal que trabalha com AI e comunicação visual costuma usar isso em imagens p/ mkt hehehe 😛

    E encarar e aceitar o resultado de um teste honesto que questione a legitimidade do auto-rótulo ? Será que conseguiremos refletir sobre o famoso paradoxo "sou o que eu acho que sou?" e neste caso…

    "Será que tenho o nível que acho que eu tenho, ou nível que mencionei postando aqui?"

    (…)

  37. estou no nível 4 e meio hehe…
    mexo diretamente no codigo HTML e me preocupo em fazer um site em "standards", acessível há vários meios e pessoas, mas ainda não manjo o suficiente de CSS, xhtml 1.1 e muito menos dos microformats, nem xml… mas to sempre estudando e aprendendo!

  38. Nível 3, entre 3 e 4: funcionou no IE e no Firefox, tô feliz. Contudo, tenho algumas coisinhas do 5 e 6, tipo conhecer CSS, um pouco de semântica, usar XML, RSS e me preocupar com questões futuras. Contudo, considero que em boa parte da demanda do dia a dia, usar tudo isso em web standards torna o trabalho bastante cansativo, estressante, mais demorado e mais sujeito a erros, enquanto não houver experiência suficiente pra manipular isso tudo com facilidade. Ainda assim, se trabalhasse em uma empresa que tivesse o cuidado de trabalhar mais rigorosamente com standards, eu seria capaz de me adequar, pois teria um bom motivo para fazê-lo e uma equipe que saberia trabalhar comigo nisso.

    Parabéns pelo artigo!

    Adriano

  39. hunf… três
    mas tbm pudera… maioria aprendido na pura curiosidade… até comecei a programar ASP, e tenho uma razoável noção de HTML…
    Mas eu comecei errado no tempo… depois de html, devia ir atrás de saber desses tais padrões web antes de ir programar…
    mah como é mais hobby, então, 3 tá bom…
    e que o WYSIWYG vá pra .piiiiiiiii…
    flws

  40. hoje estou no nivel 4.. transitando, correndo atrás… tentando entrar logo no 5…

    Como é a primeira vez que comento aqui, deixa eu aproveitar e dar os parabéns pelo site e pelo sucesso!

  41. Acredito que a maioria das pessoas que chegaram a esse website e leram o artigo até o final, estão no mínimo no nível 3…
    Eu me considero no nível 4, estudando para alcançar o nível 10!
    Procurei no Google por semântica, pois preciso me adequar á isso!
    Lido mto bem com o CSS, HTML… consigo montar um site todo sem tabelas para definir layout… mas me sinto crua em relação ás regras W3C…

    Parabéns e mais sucesso!

    Att,

  42. Nivel 5, estudo XML, RDF, microformats, mas ainda não tenho aplicado eles no meu dia-a-dia, é legal olhar para tras e ver como evoluimos em nossos estudos.

    flw

  43. Olha pessoal,

    Vendo tantos desenvolvedores bons nesses comentários dizendo humildemente que ainda estão no nível 2 ou 3…. eu fico até constrangida e confusa. Resolvo ler de novo as definições de cada nível.

    Resolvo: Estou no nível 5. Mais para 4.9 do que para 5.1 … Mas em qualquer nível que a gente se encontra, até mesmo no 6, uma coisa é indiscutível, em programação seja lá qual for a aplicação, você sempre tem que estudar. Conhecer e implementar e ter a curiosidade de experimentar é OBRIGAÇÃO. Ganha você em conhecimento e seu trabalho em qualidade.

    Parabéns pelo artigo. E pelos outros que já li por aqui.

    Abraços do Norte do país,
    Luciana.

    Depois dê uma conferida nos meus primeiros passos:

    http://www.bemol.com.br

  44. Nível 3!
    como diz lá em cima – "aprendeu no notepad, mas se rendeu pro dreamweaver" – define bem meu lugar.

  45. Níveis são complicados…
    Tenho um professor de alemão que diz:

    "não existe curso de alemão básico"

    Pois ninguem fala alemão básico…enfim

    porem achei muito bacana seu post, pois temos que ter um indice para avaliar algo e infelizmente tem que ser níveis… pois assim sendo , nós que criamos a web brasileira podemos ver o "nível" de outras pessoas.

    Obrigado
    Edu

  46. Eu me encaixo no nível 4, apesar de não trabalhar na área sou viciado em desenvolvimento web. Por ser auto-ditada estou sempre pesquisando e testando códigos, fiquei fascinado pelos web standards.

  47. Acredito que estou no 5, mais possuo uma dúvida que pode me amarrar ao nivel 4. Programo sistemas(crm, comercio exterior, etc…) com interface web em PHP. Todo layout do sistema eu faço em css, utilizo sempre XHTML, mas eu ainda uso tabelas(uso as tags caption, summary, abbr, thead, tfoot, tbody, th e as outras convencionais) para exibir um relatório, uma planilha de dados, isso é errado? Embora eu use tabela meus sistemas são validados pela w3c como XHTML 1.0 Strict(This Page Is Valid XHTML 1.0 Strict!). Cometo algum pecado em utilizar tabelas? Se sim, como posso substituila? Usando ul e li?

    Se alguém puder tirar minha dúvida, serei muito grato.

    Obrigado.

  48. Muito legal essa sua página, interessante demais o seus comentários. Sou leiga nesse assunto, meu nível é o 1 pois nunca fiz nenhuma página, tenho interesse em aprender acho fascinante essa área. Mas por enquanto não estudei nada sobre isso, um dia quem sabe. Mas parabéns pelo seu domínio em páginas e afins. http://www.sapatonet.com.br

  49. Bem, há uns 4 ou 5 meses atrás eu estava no nível 4. Agora estou no nivel 5, caminhando para o nivel 6.

    Parabéns pela matéria!

  50. Não li todos comentários, mas acho que como a maioria me encontro no "nível 4", mas vejo algumas coisas que já entendo no "nível 5", então acho que estou quase lá…

    Peguei pra estudar isso a pouco tempo e seu blog tem me ajudado muito, acho que atingi até rápido demais o nível 4, mas graças à você, Diego Eis, Bruno Torres e etc., pois venho lendo quase todos os artigos dos seus blogs pra aprender cada vez mais (já passei madrugadas e madrugadas lendo artigo, =?)

  51. Pingback: O que são os Padrões Web ? em r3, Padrões Web para Todos!
  52. Estou no nivel 4, beirando o 5! 😉
    espero logo logo estar no 6!
    ta dificil estudar sozinho!
    mais acompanhado um blog igual ao seu facilita muito!

    obrigado!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *