O Princípio de Pareto e a equação do sucesso de um blog

Converso com várias pessoas que querem começar um blog. Muitas me escrevem e outras puxam assunto nos bate-papos. Converso sobre blogs quase todo dia com alguém, seja com amigos ou completos desconhecidos. O interessante dessas conversas é que elas acabam te instigando a repensar suas próprias fórmulas caseiras de sucesso. Depois de um tempo por exercício próprio eu resolvi fazer um lista de tudo o que eu leio, converso e penso sobre como começar e levar um blog adiante. Fiquei pensando se eu conseguiria montar um “tutorial” dessas experiências em um texto legal mas que não fosse um “livro”. Por isso eu escrevi este texto.

Muitos acreditam que o sucesso/tráfego de um blog virá em um passe de mágica, outros nem esperam visitantes e simplesmente querem ver algo próprio na web. Foi assim que originou os fotologs por exemplo. Mas no geral todo mundo que inicia um blog quer se dar bem de alguma maneira é claro. Principalmente com a crescente onda de ProBloggers. Minha primeira consideração é: avalie seus próprios interesses e procure pensar nos melhores meios para alcançá-los. O resultado final é uma equação daquilo que acredito ser a receita para o crescimento de um blog. Vamos dialogar?

Qual é o seu objetivo?

Esta deve ser sua principal pergunta e evite que ela seja muito abrangente. Por mais que você acredite que sua idéia seja generalizada demais, se parar pra pensar você conseguirá encontrar “padrões” naquilo que você está querendo. Seu objetivo não necessariamente precisa ser algo “sério”. Grandes blogs surgem simplesmente porque o dono resolve escrever sobre qualquer coisa que ele realmente goste e que o faz com prazer.

Escolha temas e assuntos que você realmente gosta. O Bruno Torres já explorou bem este assunto quando escreveu “Ganhar dinheiro fazendo o que você faria de graça“. Se seu objetivo final é exclusivamente ganhar dinheiro tentando escrever sobre aquilo que pessoalmente não te interessa muito mas que você acredita que existe muito “campo” ou público disponível, esqueça. Se é um assunto que você não domina, então não comece. Ele não vai pra frente. Até blogs mais “generalizados” podem ter muito sucesso se definirem bem o próprio caminho como o Jacaré Banguela, Omedi e Sedentário Hiperativo.

O conteúdo é o rei = 80%!

Existem vários detalhes importantes em um site/blog pessoal de qualquer tipo, mas tomando a liberdade de colocar em ordem de relevância esses “detalhes importantes”, o conteúdo do seu site está em primeiro lugar. Será a sua capacidade de trazer um bom conteúdo que poderá atrair o grande público. O cuidado com o texto é tão importante quanto mostrar que você não é um analfabeto funcional. Se sua natureza de escrever não ajuda muito, faça um curso de redação, aprenda a ler (principalmente outros blogs do seu interesse) e veja se pega gosto. Se nada disso der certo, esqueça!

Pareto estava certo e os outros 20%!

Vilfredo Pareto foi um economista italiano e observou que 80% da riqueza da Itália provinha de 20% da população. O princípio de pareto (também conhecida como regra 80/20) diz que para cada fenômeno, 80% das consequências vem de 20% das causas. Esta é uma suposição que prega que a maioria dos resultados em qualquer situação é determinado por um pequeno número de causas e este princípio é aplicado até hoje em estudos relativos a economia, produtividade, política, desenvolvimento de software etc e onde mais este “padrão” puder ou tiver sido observado.

O seu site poderá ser lindo, ter o melhor código do mundo, estar no melhor hosting, fazer o melhor marketing mas se não tiver conteúdo, nada será (gostou da intertextualidade?). A qualidade do seu conteúdo representa 80% do sucesso do seu blog. Mas ao mesmo tempo, são os outros 20% da equação estratégica que podem te ajudar a ser visto e visitado. Sem trabalhar com estes 20% em algum momento, seu blog estará fadado ao fracasso tanto quanto os outros que tem um conteúdo infinitamente inferior ao seu. Ao mesmo tempo, se focar somente nos outros 20% e esquecer o conteúdo você será apenas um eterno desconhecido. Se seu conteúdo realmente é bom, seja ele proveniente da sua boa educação, conhecimento do assunto e outras expertises, ocupe seu tempo se preocupando então com os outros 20%.

O que eu quero dizer com isso é que na web existem algumas estratégias e detalhes que serão responsáveis para que seu conteúdo seja visto! Estou aqui considerando que o conteúdo do seu site não será um problema. Você pode ter o melhor conteúdo do mundo, mas se você não espalhar de alguma maneira a url do seu site por ai (ou convencer as pessoas de fazer isso por você, o que é o ideal) e não tiver algumas estratégicas de marketing na manga, você nunca será descoberto. Por isso todas as próximas dicas abaixo, estarão exclusivamente relacionadas com os outros 20% que podem te ajudar a alavancar o seu site!

Como atrair tráfego

Ninguém é uma ilha. Em se tratando de tráfego mais ainda. A principal forma de fazer as pessoas chegarem até o seu site, é colocando um link em outros sites que as pessoas do seu nicho de interesse já frequentam. Para isso você precisa conquistá-los. Seja um blog pessoal ou corporativo, pessoas de outros sites poderão linkar o seu facilmente se seu conteúdo for bom e interessante a eles. Você pode também procurar sites parceiros e trocar links com eles. Mas seja sensato quanto a isso. Se seu site fala sobre ensino e educação, procurar um site sobre futebol para parceria, anuncio etc, não será o melhor lugar do mundo. Você precisa aparecer para o nicho que te interessa, e não fora dele. Escolha bem os sites, poste no seu site links para ele, comente nos posts destes sites e assim você será visto.

Os relacionamentos com pessoas que possuem sites relacionados ao seu é fundamental. São estes relacionamentos que poderão alavancar o seu blog ou enterrá-los pra sempre. Relacione-se bem com seu nicho, deixe-os ver que você tem algo interessante para dizer e valorize o que eles tem de melhor. Assim o tráfego de novos visitantes será inevitável.

Você precisa de um modelo de negócios

Como eu disse anteriormente, se seus objetivos forem exclusivamente ganhar grana pela grana, há uma grande probabilidade do seu negócio se dar mal. Se você só quer ser ProBlogger pra poder ficar o dia todo em casa criando posts e cultivando feridas, você só vai conseguir as feridas! Se você não gosta do que escreve provavelmente o seu blog não vai agradar o tipo de pessoas que deveria se você tivesse mais paixão. Mas se este não é o seu caso, se você já conseguiu atrair algum público e uma quantidade razoável de visitantes diários, não é um pecado explorar seu site com um modelo de negócios viável.

A maioria das pessoas utiliza o Google AdSense para monetizar o blog. Outros utilizam programas de afiliados como o Submarino, DreamHost, etc. Outras pessoas agregam produtos ou serviços, como os blogs corporativos (Doceshop por exemplo), outros escrevem livros (como o Alex Castro), outros vendem produtos/serviços como no meu caso que escrevo cursos para a Visie e o Cris Dias com sua empresa de hosting, e assim por diante. Só o tempo dirá se algum dia você vai viver do seu blog ou não, e isso vai depender do seu interesse. Talvez não será o blog que te dará o retorno financeiro do qual você quer e sim o seu produto ou serviço agregado. Leia as coisas que esse cara aqui escreve sobre isso. Mas em resumo, procure definir um modelo de negócios baseado nos seus objetivos como blogueiro.

Escolha um hosting que não te dê preocupação.

Acredite, isso é muito importante. Eu já estive nos principais hostings brasileiros e odiei a experiência. Isso é pessoal certo? Na maioria das vezes muitas features só estão disponíveis nos planos mais absurdos de caros. Eu recomendo a DreamHost, e outros, como o Cardoso por exemplo, recomendam a BlueHoste o Cris Dias com certeza recomenda o Vilago. Mas nos principais hostings nacionais por exemplo, se quiser implementar url amigável de forma decente, só pagando um serviço dedicado de 500 reais ou mais por mês! Por isso tome cuidado com o local onde você hospeda o seu site!

Não se esqueça dos padrões web

Dentre vários aspectos que eu pensei sobre o ideal que um blog deve ter, este não deveria estar de fora. Se seu site for construído com base nos padrões web ele terá chances a mais de alcançar nos mecanismos de busca na frente dos outros. São vários os critérios de relevância que os mecanismos de busca como o Google utilizam para avaliar se o seu site é mais ou menos relevante que outro. Você deve saber que um site muito mais popular que o seu e que possuiu um HTML sujo e obsoleto ainda assim poderá estar na sua frente nos mecanismos de busca, mas se comparar seu próprio site construído sobre os padrões web com outro de mesma popularidade (geralmente mede-se a popularidade pela quantidade de links apontando para o seu), o seu site estará na frente, com certeza.

A saúde do seu HTML poderá estar intimamente relacionado com o publicador de conteúdo que você vai utilizar. E neste ponto eu recomendo com louvor o WordPress. Se você não é desenvolvedor e não quer gastar tempo com terceiros alterando o código fonte do seu site pra você, o WordPress já vem pronto para usar e com qualidade de código em XHTML e CSS. Escolha um template dentre os vários disponíveis gratuitamente e seu site estará pronto em alguns cliques.

A equação final

Há vários critérios relacionados ao conteúdo somente, que vão corresponder aos 80% que eu citei anteriormente. Aqui eu falei apenas dos outros 20% que podem fazer toda a diferença a medida que o tempo passa. E são esses detalhes que podem fazer o seu site deixar de ser um miguxito fofuxo para se tornar um blog profissional!

  • http://www.rafaelmarin.net Rafael Marin

    Em menos de 1 mês meu site chegou ao topo na procura pelo meu nome. Além da preocupação com o conteúdo, não dá pra viver isolado (na Web). Não tenho intenção alguma de monetizar o meu blog, e o dia que tiver, será apenas para pagar o host.

    Aliás, o meu host é brasileiro, pago 17 reais por mês (1GB de espaço e 10GB de transferência), e nunca tive problemas.

    Meu problema com hosts gringos é a questão do pagamento, visto que sou menor e os pais não tem e nem querem criar um por causa disso.

    E finalmente, padrões web forever and ever! Dá gosto de ver o meu site 100% compliant quando valido o código.

    Abraço, ótimo artigo!

  • Danilo

    Gostei bastante do texto, extenso mas completo e importante de ser lido por um iniciante.

  • http://www.ruanoblog.blogspot.com/ Andre Martins

    Belo post Henrique!

    Muito pertinente e interessante as colocacoes.

    Concordo que a questao do conteudo eh fundamental.

    Faco parte de dois blogs colaborativos e especial o Blog da Rua tem crescido bastante com um conteudo dinamico e com um nivel de profundidade mais detalhado.

    parabens pelo Revolucao

    Abracos

    Andre Martins
    http://www.ruanoblog.blogspot.com/ http://www.updateordie.com.br

  • Thomaz Leite

    Tive vontade de iniciar um blog, mas faltavam dois detalhes fundamentais que foram muito bem abordados aqui: prazer e domínio do conteúdo.

    Comecei agora escrevendo sobre um assunto que me interessa muito sem intenções de lucrar com isso, e pelo que vejo, parece ser o caminho certo.

    Parabéns pelo ótimo texto!

  • http://dadomoura.com/ Dado Moura

    Achei muito apropriado seu artigo, o qual, me estimulou ainda mais a aperfeicoar meu trabalho na internet.

  • Eder

    Estou tomando gosto por esse blog… rsrsrs… excelente matéria. Você me fez lembrar algo interessante agora.

    Quando comecei a escrever em meu blog há uns meses atrás, o assunto era Web 2.0 mas vi que todo mundo tava falando do mesmo e resolvi depois de muito tempo parado, mudar um pouco o foco.

    Escrevi uma matéria sobre Acessibilidade para Deficientes Visuais e os hits do Blog aumentaram em 100%, fiquei muito feliz com isso e estou investindo no assunto.

    Agora, definitivamente, irei falar sobre Padrões de Desenvolvimento, assunto muito procurado por amadores que querem se tornar profissional.

    Abraço Henrique, parabéns pelo blog, vou até colocá-lo no meu blog.

  • Denis Araujo

    Curti muito o texto. Comecei há uma semana meu blog me identifiquei com mts trechos, como dar um foco para o blog. Parabéns.

  • http://www.erosmania.com.br/ #INSIDE#

    Muito bom esse artigo, importante lembrar, no caso de espalhar links, que fazer spam não ajuda ;)

    []'s

  • http://gigasolucoes.wordpress.com Ramon

    "…Esta é uma suposição que prega que a maioria dos resultados em qualquer situação é determinado por um pequeno número de causas…", também existe uma outra teoria, onde trata de algo semelhante, ou pelo menos eu acho, essa é a Teoria de Caos, Se uma borboleta bate as asas em uma parte do mundo, na outra isso vai pode se tornar um furacão (tornado, tempestade ou afins).

    fuiii…

  • http://www.needforlumbriga.com Camilo

    Acompanho diversos blogs e reconheço essas características na grande maioria deles. Os outros me prendem ainda pelo conteúdo apesar de faltar outros pontos.

    A idéia de começar um blog já me veio à mente várias vezes, mas resisti bravamente pois sabia que seria uma coisa genérica, tratando de muitos temas, o que não daria certo, pois já existem outros que fazem isso bem melhor que eu.

    Tenho em mente ainda escrever num blog, mas com o tempo vou moldando o conteúdo, aproveitando as coisas que vejo na faculdade, mas fica mais pra frente, quando eu tiver um conhecimento suficiente sobre o assunto que me permita escrever coisa certa sem ter que, obrigatoriamente, ouvir um professor falar antes.

    Textos como esse que você escreveu fazem com que a gente pense um pouco antes de colocar mais porcaria na internet do que ela já tem.

  • Rodrigo Coifman

    Estas dicas são valiosas. Eu trabalhei muito tempo em provedores e sei que o suporte é sempre um problema crítico, Lá fora a concorrência entre os hosts é tão intensa que você fica na dúvida de qual é o melhor, pois quando surge um com um serviço diferenciado os outros já implementam em tempo record. Recomendo também um post que fiz no netlus falando mais sobre desenvolvimento produtível.

  • Pingback: Netlus()

  • Pingback: Netlus » Blog Archive » Desenvolvimento de uma Web Produtível()

  • Pingback: Estratégia de métricas parte 1: Métricas para ProBloggers » Revolução Etc - Web Standards em uma casca de noz!()

  • Pingback: Cê Inove Já! » Blog Archive » Você Blogueiro, Blogosfera!()

  • http://www.nusseagora.blogspot.com/ Tiago Frossard

    Eu estava escrevendo um artigo sobre a importância do Princípio de Pareto na hora de solucionar os problemas de um software e dei de cara com seu artigo.

    Gostei muito do texto, principalmente a forma com que você conseguiu transferir a idéia de Pareto para a realidade do problema (nesse caso, o sucesso de um blog).

    Meus parabéns!

  • Pingback: Nuss… E agora?!? » Princípio de Pareto: Como solucionar 80% dos problemas mexendo somente em 20% das causas()

  • http://parceriasearte.blogspot.com/ Eliane Apolinario

    Gostei deste,fundamentado,muito acrescentou a minha pesquisa:enriquecendo minha praxis;

    sucesso,Henrique!

    ah!visite "nosso"blog,ok?

  • http://parceriasearte.blogspot.com/ Eliane Apolinario

    Gostei deste,fundamentado;muito acrescenta a minha praxis enquanto blogueira iniciante.

    Sucesso,Henrique!.

    Ah!visite"nosso" blog ok?

  • http://parceriasearte.blogspot.com/ Eliane Apolinario

    Gostei deste,fundamentado;muito acrescenta a minha praxis enquanto blogueira iniciante.

    Sucesso,Henrique!.

    Ah! visite"nosso" blog ok?