Long Tail nas buscas: Google ou Technorati?

Miles Davis Não sei porque, mas ultimamente tenho feito mais buscas no Technorati em assuntos de interesse pessoal como jazz, cinema europeu, quadrinhos etc do que no Google. Acredito que esse seja o efeito Long Tail. Eu considero que informações vindas especificamente de blogueiros apaixonados por estes assuntos, me interessam muito mais do que vindas de fontes tradicionais, gravadores etc, pagas para falar bem ou por terem os direitos autorais. As vezes um site de um blogueiro mil vezes menor do que um grande portal de música, oferece conteúdo mais segmentado que reflete melhor seus interesses pessoais do o conteúdo do grande portal.

No Technorati você pode fazer uma busca por exemplo por “Miles Davis” e saber que a maioria dos resultados terá algum interesse pra você principalmente se filtar por “a lot of authority“. Já no Google, você encontra sites mais institucionalizados do que blogs sobre o assunto. Tudo é uma questão de interesse. Mas se você quer informações específicas de pessoas com os mesmos interesses que você, o Technorati é mais eficiente. Concorda? Ou ainda acha que o Google consegue retornar resultados melhores? Aproveitando a deixa, se você é fã de Jazz e quer trocar figurinhas, entre em contato!

  • http://project47.viscountbox.com Carlos Eduardo

    É uma boa opção.

    Fiz buscas do tipo, mas ainda não tornei uma prática do meu cotidiano. Vou tentar também, pois a chance de achar algo mais “segmentado”, como você mesmo disse, é bem maior.

  • http://www.blam.com.br Thiago Gias

    Cara, como você mesmo disse, isso vai depender do tipo de informação que está buscando. Eu faço várias buscas no Google pelo número de catálogo dos álbuns de Jazz (por exemplo, "blp 1595" para o disco "Somethin' Else", de Cannonball Adderley, e assim por diante). Acho que o Technorati não me forneceria nada muito relevante nesse tipo de busca, enquanto pelo Google é sempre mais provável encontrar ótimas informações, como por exemplo o pessoal que tocou com Adderley no disco até a "Liner Notes" do original.

    Agora, só pra te indicar mesmo, dois sites que acho bem legais para quem procura informações sobre o Jazz:
    http://www.plosin.com/milesAhead/ >> Pra informações sobretudo acerca de Miles Davis (eu sempre indico esse site sempre que tenho oportunidade)
    http://www.jazzdisco.org/ >> Um dos projetos mais legais sobre a ampla discografia jazzística existente.

    Falouzz

  • Furmann

    Realmente os blogs muitas vezes tem informações mais específicas e completas do que grandes portais.

    Para pesquisar somente entre blogs eu uso o Blog Search do Google http://blogsearch.google.com/ e o Technorati, este traz resultados melhores muitas vezes.

  • http://www.papodehomem.com.br Guilherme Valadares

    Henrique, esse conceito da long tail é bacana demais.

    O Cesar Paz acabou de publicar um texto praticamente "complementar" a esse seu post, tanto que linkei seu artigo em um comentário que fiz por lá. =D

    E vou linkar o dele aqui, vale muito a pena ser lido: http://webinsider.uol.com.br/index.php/2006/12/20

    Abraço,

    Guilherme
    http://www.papodehomem.com.br

  • Rangel

    Confesso que não tinha pensado nisso ainda, é realmente muito mais eficiente procurar no Technorati do que no google, mas depende do que você esxta procurando !!

    Abs

  • Leandro Vieira Pinho

    Rapaz, também concordo com você. Mas, quando você diz: “[…]oferece conteúdo mais segmentado que reflete melhor seus interesses pessoais do o conteúdo do grande portal[…]”, isso sem dúvida é um grande diferencial que os blogs oferecem. Mas, o que será deles quando “vingar” (e se vingar) os pay-per-posts?

    Ultimamente tem surgido muitas motores de busca utilizando o Google Coop para refinar o motor de busca a nicho específico. E outros sites focados com motores particulares (http://tutocle.com). Seria o Long Tail a sacada do(s) próximo(s) ano(s)?

    Um abraço.

  • http://www.papodehomem.com.br Guilherme Valadares

    “Mas, o que será deles quando “vingar” (e se vingar) os pay-per-posts?”

    Leandro, o pay-per-posts só vai aumentar a qualidade dos blogs, pois os autores vão passar a ganhar dinheiro por suas horas de trabalho e vão poder investir em pesquisa e artigos de melhor qualidade.

    Os posts pagos são explicítos e NÃO exigem uma opinião positiva. Ou seja, ganham os anunciantes (pelo menos os de qualidade), ganham os blogueiros e ganham os leitores. =D

    Abraço,

    Guilherme
    http://www.papodehomem.com.br