Estratégia de métricas parte 1: Métricas para ProBloggers

Este texto e o próximo faz parte dos meus estudos e pesquisas em entender e analisar as diferentes variáveis que faz com que certos sites obtenham um êxito muito grande naquilo em que se propoe ser e uma tentativa de classificar as diferentes variáveis que influenciam nisso. Obviamente métricas é apenas uma parte disso. Este primeiro texto tem o objetivo de apenas convencer você dos diferentes aspectos relacionados com a otimização de um site. Antes de mais detalhes, me deixe falar de 2 premissas:

1 – Há várias e várias variáveis que podem influenciar na performance (e no sucesso) do seu carro de formula 1 / blog. Estes textos só vão considerar algumas. Mas se formos comparar, o motor do seu site é seu conteúdo e ele será o responsável pela maioria da “velocidade” total que seu site poderá obter. Por conteúdo entenda qualquer coisa que você tem pra oferecer e que fará com que as pessoas procurem o seu site. Seja seus textos ou produtos. Alguém se lembra do que eu escrevi sobre Pareto? Minha tese lá e aqui é, além de investir no conteúdo (motor) do seu site, é importante que você tente otimizar os outros aspectos e variáveis dele. Tente se perguntar porque os engenheiros dos carros de fórmula 1 gastam tanta grana fazendo estudos de permormance em pneus, aerodinâmica, materiais leves, tipos de combustíveis etc, mesmo que já tem em mãos um “motor” campeão. Ou seja, premissa número 1: Sem um motor decente seu site será amador e nada do que você possa fazer na lataria vai fazê-lo andar mais rápido! Ao mesmo tempo, se ja tem um motor eficiente, investir nas outras variáveis será um diferencial cada vez maior entre os outros competidores.

2 – Premissa de número 2: Leia a primeira premissa novamente! Só mais uma vez antes de ler o restante do site. É sério!

Agora, métricas!

Métricas no contexto que nos interessa, é o estudo de mensurar diferentes variáveis de um site como visitação, páginas mais visitadas, quantidade de cliques dos usuários, resolução de telas mais utilizadas, etc. Ou seja, métricas são estatísticas do seu site nas mais diferentes variáveis. Agora, o mais importantes disso tudo será sua capacidade de obter e de transformar estes números em informação útil! Ou seja, utilizar essas informações para construir marketing.

Sou fã do Google Analytics pela facilidade com que eu obtenho as informações que me interessa sobre o meu site. Tem uma interface limpa, direta e fácil de usar. Com o Google Analytics profissionais ou amadores são capazes de transformar certos dados em informação útil para melhorar e ampliar seus próprios sites. Mas ele pode oferecer muito mais cruzando algumas informações e fazendo algumas adaptações no seu site para obter mais dados. Este será o tema do segundo artigo. E o meu conselho para os probloggers é tentar mensurar o seu próprio público para ganhar mais!

ROI e Marketing

Há uma diferença grande entre obter estatísticas de um e-commerce e estatísticas de um blog pessoal. Com exceção do Interney que tem um shopping dentro do próprio blog. Mas ambos (o blog e o e-commerce) possuem objetivos diferentes logo o retorno de investimento (ROI – Returno Of Investment) a ser mensurado e o marketing a ser planejado também são diferentes. Eu sei que muitos querem colocar ROI em tudo, mas há mais contextos reais e plausíveis de se obter estes dados em um blog do que se imagina. Tudo depende dos seus objetivos e interesses pessoais. No stress!

Se você é um problogger ou pretende ser um, você talvez seja guiado exclusivamente pelos seus instintos, ou por um planejado pessoal que tem dado certo na vida e no seu site, ou por um benchmarking sem pensar muito no que está fazendo (você apenas sabe que está dando dinheiro), ou por nenhuma dessas opções anteriores. Cada um tem uma receita de sucesso pessoal. Mas ainda existe a hipótese de você enxergar seu site como o “seu produto”, tentando calcular seu investimento, planejar o aumento de visitantes baseado em estatísticas do que eles mais procurarm no seu site, melhorar suas keywords, melhorar a usabilidade do seu site baseado em estatísticas de clicks e assim por diante.

Há pessoas que vivem e ganham dinheiro e muito dinheiro na web sem pensar nestes termos? Sim, com certeza. Há pessoas que vão continuar ganhando dinheiro sem nunca pensar em usabilidade, em marketing, em ROI, em web standards e qualquer outra dessas coisas? Com certeza. E muitos desses caras já pararam de ler este texto no primeiro parágrafo, tenho certeza. Mas o que eu quero dizer, e segundo todos os profissionais envolvidos de alguma forma com marketing, é que os ganhos desses sujeitos podem ser ainda maiores se mudassem seus paradigmas e demonstrassem algum interesse em ampliar seus próprios horizontes. Ninguém fica mais pobre por ampliar os próprios horizontes certo?

Um fato completamente compreensível é o problogger não querer mexer em time que está ganhando. Se o dinheiro está entrando não há porque buscar outros horizontes. Mas há também as histórias de sucesso de empreendimentos da web como a Camiseteria e o Charges.com que de alguma forma investiram em “marketing” e não é preciso ser nenhum expert para sacar o quanto ambos os negócios parecem ser bem profissionais e bem sucedidos na vida. E com certeza eles não chegaram onde estão hoje com medo de mexer em time que está ganhando.

Com o Google Analytics é possível você investir em um tipo de marketing “de graça”, sem pagar publicitário, especialista em SEO ou qualquer outro tipo de marketeiro. Apenas seguindo o estilo “do it yourself”. Fazer marketing aqui neste contexto, é planejar seu site baseado em informações que você possui do seu público, fazendo alterações com o objetivo de lucrar mais, deixando o usuário mais satisfeito. Uma das estratégias de métricas que eu montei para o meu próprio site é tentar conhecer onde os usuários clicam. Eu preciso saber qual dos banners é mais clicado, quero saber quantos do total de visitantes que recebo diariamente utilizam a busca do meu site (de onde eles vieram e quais browsers eles utilizam), o que eles mais buscam, de onde eles vem e tentar planejar melhor a usabilidade do meu site, a forma com que as informações estão dispostas, melhorar o conteúdo e tudo com o objetivo de melhorar a experiência do usuário aqui dentro, e é claro, aumentar meus lucros. Até aqui foi só teoria, no próximo texto vou falar sobre como obter mais informações do Google Analytics com algumas pequenas adaptações no seu site.

Este artigo continua aqui!

  • Diego Mascarenhas

    Opa, show de bola o artigo!

    Mas vou ficar frustrado se você demorar a postar a continuação =p. Venho testando o analytics a 2 meses, algumas coisas ainda são meio obscuras pra mim.

    Mas, creio que muito mais por falta de vontade e energia investigativa, do que por deficiencias no sistema.

    É aguardar, esperar e agradecer!

  • http://interney.net/ Edney Souza

    Ótimo artigo, meu site tem sérias deficiências de usabilidade porque simplesmente eu sou fraco nisso e nunca pedi ajuda. Pretendo corrigir esse ano.

    Endosso qdo vc diz que usabilidade, marketing, ROI e web standards são importantes, tem gente que vive muito bem sem isso, mas poderia viver melhor com isso.

  • http://webnatal.wordpress.com Yalli Oliveira

    Excelente texto… irei acompanhar o restante da série… Parabéns

  • Inã

    Muito bom esse artigo, faz você pensar la na frente!

    Estou usando o analystics a pouco tempo e estou gostando, apesar que ainda estou aprendendo a tirar vantagem de suas informações.

    Espero a continuação do artigo e parabéns pelo blog!

  • Pingback: Estratégia de métricas parte 2: Google Analytics e a Função urchinTracker » Revolução Etc - Web Standards em uma casca de noz!()

  • Pingback: Cê Inove Já! » Blog Archive » Você Blogueiro, Blogosfera!()

  • http://novo-mundo.org/ Rafael Slonik

    Eu gostava de um serviço chamado Hittail, que era gratuito até um tempo.

    Ele mostrava todos os "referrers" ao vivo. Ou seja, iam pipocando as querys de busca no google e outros que resultavam em visita.

    Uma olhada de alguns minutos trazia a resposta sobre o que estava "bombando" em determinadas épocas.

    Conhece algum serviço semelhante gratuito? Ou sabe como ter a lista completa de "referrers" no Analytics?

  • Pingback: URL’S amigáveis, PHP e SEO. at Viny WebMaster()