Campus Party Brasil 2009, o tapa final da festa

Guibas Somente hoje, segunda-feira dia 26 de janeiro, é que volto a escrever novamente. Precisei mudar minhas expectativas durante a grande festa que foi o Campus Party para não me frustrar. E valeu a pena. Fui para o evento pensando em produzir conteúdo com a cabeça cheia de idéias e muita disposição, mas no segundo dia eu vi que eu poderia perder muitas discussões legais e deixar de conhecer pessoas e conversar com velhos amigos ao ficar na frente do notebook escrevendo. O maior luxo que eu me reservei foi subir minhas fotos para o Flickr todos os dias e deixar algumas twitadas rápidas. Agora sim, volto com a programação no blog, com algum conteúdo na manga e com algumas reflexões sobre a grande festa.

Campus Party

Pessoas, pessoas e pessoas

Amigos Sou viciado em internet, mas sou mais ainda por entender que trata-se de uma rede de pessoas de carne e osso e não por fetiche por bits (mentira, só um pouquinho, confesso). E estar na Campus Party o que eu mais queria era ter contato com pessoas. Todos os dias foram excelentes e eu nem penso na possibilidade de não ir o ano que vem. Muitas pessoas que conheciam o Revolução Etc me reconheceram e me abordaram para conversar. Alguns só mesmo para cumprimentar, outros bateram um papão comigo. No geral, conheci muitos novos rostos e profissionais de diferentes áreas.

Karen Fornari e eu Dos velhos amigos eu nem falo, foi muito bom revê-los. Passeio pela Paulista para fotografar, visita ao Planetário do Ibirapuera, sair para almoçar na Outback seguido de um café na Starbucks, bater um papo regado a suco de melancia, ou conhecer novas cervejas em um típico #nob (nerds on beer) no Tortula além de conhecer novos twiteiros. Sem falar nos bate papos com várias pessoas na grande arena. E ainda fiquei com o sentimento de que poderia ter conversado mais. Sim, não citar as pessoas foi proposital, eu ia acabar esquecendo de alguém.

Palestras, workshops e discussões

Selecionei a dedo as palestras / workshops / discussões que eu deveria participar e participei. Fui a 95% daquelas que eu me programei. Aqueles que se frustraram talvez foram aqueles que criaram demasiada expectativa sobre o conteúdo dos workshops. Giseli e Manoel Netto O que eu esperava era apenas algumas pessoas levando temas interessantes e puxando a conversa. O restante fluía sozinho, nos bastidores e em conversas atrás das arenas ou nos pufs espalhados pelo evento. Em todas que eu participei, por mais que eu não tenha gostado de um convidado ou outro, o bate papo valeu a pena. Eu não esperava nestes momentos “aprender” algo revolucionário sobre o assunto, até mesmo porque vivemos na era Google e quem é hard user e sabe como usar um mecanismo de busca de forma decente, vai encontrar o que quer saber. O principal foi a interação entre pessoas e suas informações.

Campus Party

Pontos altos

Tim Berners-Lee com certeza foi um dos pontos altos do evento. Trazer o responsável pelo protocolo HTTP e o criador do HTML com certeza foi marcante para quem trabalha com web. Ronaldo Lemos da FGV, era outra pessoa que eu gostaria de ouvir pessoalmente, principalmente pelas minhas leituras de direito digital nos últimos tempos. Os fotógrafos em torno da arena de fotografia e os bate papos com alguns deles, também me renderam algumas experiências interessantes e novas metas que pretendo alcançar como apaixonado por fotografia. Adorei também o fato de terem trago a Lêda Spelta do Acesso Digital para tentar popularizar mais a acessibilidade, principalmente em um painel da própria W3C. Nada de novo, mas emocionante como sempre.

Tim Berners-Lee

A presença de grupos musicais no Sarau Digital como Teatro Mágico, Banda do Baque Bolado, Urucungos, Puítas e Quijêngues, dança do ventre, DJ`s dentre outros, trouxe um ar mais divertido e igualmente cultural ao evento. Mistura de show e balada, o Sarau Digital trouxe em partes um choque cultural para muitos nerds ali presentes com batidas de música africana e sons regionais. Pessoalmente eu adorei a programação musical. E choque cultural é sempre bem vindo para qualquer pessoa.

A área de expositores, a “expo e lazer” (a página ficou indisponível), não teve a presença de stands exclusivos do YouTube, Microsoft e Intel como no ano passado. Seria a crise assustando os grandões? Talvez. De qualquer maneira acho que a área expo poderia ser melhor e maior, mesmo não sendo o foco do evento. O local escolhido, o Centro de Exposições Imigrantes (site tosco em flash que tem problemas de opacity no Firefox e não abre no meu iPhone) foi bem melhor que na Bienal do Ibirapuera. Tanto em infra quanto por ser plano. E para quem foi acampar, tudo lá parecia de melhor qualidade do que no ano passado.

E pra quem não foi?

Para quem não foi, faça uma força para ir em 2010. Na minha opinião você perdeu o melhor evento em rede e cultura digital do Brasil. Em relação ao que rolou por lá, há algumas fontes quentíssimas de conteúdo que você poderá explorar com calma da sua casa nas próximas semanas.

Teatro Mágico

Para começar, o inestimável LiveStream do BlogBlogs (a página ficou indisponível – foi fundamental para o evento ao indexar mais de 40 mil itens nos 7 dias de evento. Algumas coberturas também merecem grande destaque. A Fundação Padre Anchieta através da TV Cultura criaram o IPTV Cultura, local onde você vai encontrar vários vídeos de cobertura do evento. Considero este grupo uma aula de internet para muitas empresas de comunicação muito maiores que a própria TV Cultura. Mas isso é assunto para outro post. Ainda falando de cobertura, o YouTube e o Videolog estão com um belo acervo de vídeos e o Flickr é a referência líder quando o assunto são fotos. Mais do que nestes lugares, faça uma busca no BlogBlogs que você vai achar muita coisa legal.

Para quem foi, espero que tenha gostado tanto quanto eu. E se você ficou de fora programe-se para 2010. Se for, nos encontramos lá! Abraço a todos!

Campus Party
  • http://igorvieira.com/blog Igor

    Ano que vem eu vou…isso é uma promessa…aushausha

  • http://giseli.wordpress.com Giseli

    Espero que a cada ano que a Campus Party é realizada, seja cada vez melhor! Tentarei ir em todas as edições, quando possível.

    Foi bacana papear contigo e com o pessoal, muitas pessoas e muitas ideias que até acabou dando overflow de dados na minha cabeça hehe.

    Também dei um pulo rápido na área de fotografia, pretendo me aperfeiçoar nessa parte. Quero umas dicas de fotografia depois hein? :)

  • http://www.chrisb.com.br/blog/ Chris Benseler

    Outback, STarbucks e Tortula? Suavidade total!

    E eu percebi que o #cparty vale muito mais pra quem se preocupa em conhecer pessoas, tendências e ver o que rola no mundo digital, do que se ficar focado em aprender pelas palestras.

    []s!

  • Beth

    Isso aí Henrique,

    Quem não foi perdeu e não pode ficar de fora ano que vem. Muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, gente interessante, volume de idéias absurdo e uma banda larga que a gente nao encontra nunca, nem em casa, nem no trabalho.

    Beijos

  • TIGOS

    Cadê os pontos baixos?

  • Beth

    ps: o Ibope Inteligência esteve na Campus party e fez uma pesquisa sobre os usuários, o quanto estão comprometidos com conteúdos colaborativos, etc. Está agora no Blue Bus, aqui .

    Beijo

  • http://www.chrisb.com.br/blog/ Chris Benseler

    Aliás, Henrique, coloquei no blog lá (http://www.chrisb.com.br/blog/enquete-o-que-voce-esta-achando-mais-bacana-no-campus-party-2009/) uma enquete/votação pra saber qual a coisa mais bacana do #cparty

    Se puder votar lá ;)

    []s!

  • http://arteevicio.com [barba]

    Primeira vez que vejo alguém gostar da programação musical. Eu sou um defensor do choque cultural também. Em 2010 nos vemos lá.

  • http://www.flup.com.br Josh

    bem esse ano não consegui ir devido a crise financeira(mentira e que gastei de mais no final do ano mesmo), mas pretendo ir no ano que vem sim, e sempre bom encontrar com profissionais da areas que você atua,eu não sabia que você gostava de fotografia não…

    mas ano que vem que vem quero ir dar uns cliques por lá.

    e ainda conversar com alguns nerds de TI hUAhUAH claro que com os que tem vida social ativa, vide o seu artigo aqui…

  • http://www.lapaloop.com/ sergio

    Pra quem gostou do "choque cultural" que rolou no Campus Party visite a webradio Lapaloop cuja proposta é justamente esta.

    "Open your mind". Podemos fazer isto primeiro.

    http://www.lapaloop.com/

  • Pingback: Fique por dentro Festa » Blog Archive » Campus Party Brasil 2009, o tapa final da festa » Revolução Etc()

  • Pingback: Review do livro SEO - Otimização de Sites » Revolução Etc()

  • Pingback: Os 5 principais eventos blogueiros da atualidade! | Análise Blogueira()