As 10 features mais lucrativas que devem estar presentes no redesign do seu e-commerce

Esta semana Jacob Nielson, o guru da usabilidade, escreveu um texto chamado “10 high-profit redesign priorities” com 10 características que ajudam a aumentar a lucratividade do seu negócio simplesmente re-organizando (re-arquitetando) a informação do seu site. Segundo Nielsen, são as 10 táticas com maior retorno de investimento (ROI). Abaixo segue em tópicos os itens levantados por Nielsen e alguns comentários pessoais.

1 – Newsletters: Fácil de implementar, permite com que seus clientes se lembrem de você mesmo quando eles não querem comprar. Você só precisa se cuidar para não enviar 10 newsletters por dia e nem ficar sem enviar nada por mais de um mês! Ambas as situações devem ser excluídas da sua lista de hipóteses.

2 – Páginas de produtos informativa: Dê detalhes sobre os produtos, não os deixe apenas com o nome e o preço. Pessoas deixam de comprar simplesmente porque o produto que encontraram não tem informação suficiente.

3 – Fotografias com qualidade: Colocar fotos em formato de thumbnail que permite o usuário ampliar e ter uma foto decente e de qualidade faz toda a diferença em uma página de produto. Esta tática trata de encher os olhos do consumidor com aquilo que ele pretende adquirir.

4 – Diferenciação e comparação de produtos: Alguns produtos possuem preços muito discrepantes mas parecem ser a mesma coisa. Outros possuem a mesma aparência mas possuem configurações completamente diferentes. Encontrar uma forma do usuário comprar produtos similares permite com que ele possa escolher o produto mais adequado. Um site que implementou esta feature de modo muito inteligente é o GSM Arena, que facilita a vida do usuário ao comparar diferentes caracteristicas entre celulares.

5 – Facilite a segunda compra: Algumas pessoas gostam de comprar a mesma coisa, principalmente quando se refere a suprimentos e acessórios. Porque não disponibilizar uma área onde ele possa facilmente fazer um mesmo pedido feito anteriormente, distante apenas de um clique?

6 – Texto simplificado: Reescreva seus textos enxugando o desnecessário e tornando a informação mais clara. Escrever para web é diferente de escrever para outras mídias. É preciso ser conciso, direto e claro. Prefira textos mais informativos e menos marketeiros!

7 – Facilite a vidas das pessoas mais velhas: Cada dia mais cresce o número de consumidores da terceira idade na internet. Pessoas mais velhas tendem a ser fieis consumidores de um local onde eles se sentiram à vontade e não encontraram dificuldade de comprar. Por isso reconsidere sempre a usabilidade do seu comércio eletrônico e pense em todos os tipos de consumidores possíveis. Quando falamos em retorno de investimento, precisamos pensar em termos estatísticos. Ou seja, geralmente as pessoas da terceira idade que compram pela internet são das classes A e B com alto poder de compra, com boa educação, não pesquisam preço e só querem se sentir à vontade no seu site. Se conseguir essa façanha você conseguirá clientes fiéis!

8 – Lista de pedidos: As famosas wishlists e gift certicates, que permite com que as pessoas montem listas de casamento, listas de desejo, listas de aniversário e o que mais acharem apropriado. Pessoas costumam comprar para elas mesmas aquilo que encontram na wishilist de outros blogueiros que possuem o mesmo interesse que elas. O que pra loja acaba gerando lucro de qualquer maneira.

9 – Busca: Muitas pessoas acham as buscas que te forçam a escolher uma “loja” ou uma categoria do site muito chato. Muitas vezes eles nem sabem em que categoria se enquadra aquilo que elas procuram. Uma busca decente que te ajude a encontrar a informação que você precisa faz toda a diferença para o usuário leigo. Um dos resultados de busca que eu mais gosto é o do Buscapé que traz uma lista de categorias onde o que você procura pode estar e um resultado em negrito que sugere maior relevância. Lá você tem a opção de fazer uma busca mais avançada ou não.

10 – Teste de usuários: Este parece estúpido mais é um caso básico: Teste com usuários, veja se realmente funciona e se uma pessoas real consegue comprar com facilidade no seu site. Eu já fui fechar um pedido na loja da Abril certa vez e deu erro de conexão ao banco! Tentei dois dias depois e o mesmo erro ocorreu. Coisas assim fazem com que um consumidor nunca mais retorne no seu site.

Com certeza existem muito mais features interessantes além destas 10 levantadas por Jacob Nielsen. Comentários dos consumidores nos produtos com certeza é uma outra forma de aumentar as vendas e que tem um grande poder de influenciar outros consumidores. Categorizar as lojas por características dos produtos é outra forma de facilitar a vida do usuário ao procurar produtos com características específicas como máquinas digitais entre 5 e 6 megapixels etc. E você, tem alguma sugestão de feature para e-commerce?

  • silici0

    Nossa, gostei bastante, poderia virar um newsletter para clientes com e-commerce e rever conceitos dos softwares.

    Ainda acredito que exista problemas com maturidade em relação ao comerciante, muita das vezes nós produtores temos que dar uma mãozinha, dando uma 'palestra' sobre todo esse comportamento.

    Eu gostaria de saber como medir esse ROI diante do google analytics.. :P

    Abraços

  • Ricardo

    Muito interessante. Valeu!

  • http://www.techzine.com.br Rael B. Riolino

    Além do newsletter eu acho a publicidade interna algo muito importante também… principalmente se for direcionada, de acordo com o perfil do usuário…

    Acho que os grandes e-commerces daqui do brasil estão de parabéns… não tenho queixas…. :)

  • Niva

    Eu colocaria na lista a abertura para inclusão de Avaliação do usuário. Com recursos como ranking e resenhas. Acho que hoje em dia participação do usuário é fundamental.

  • Pingback: Reformulação no Blog em Webpoint - Weblosofia com CSS, Jquery, Javascript, Ajax, PHP etc.()