A Revolução do CSS

Estou lançando aqui o "Revolução do CSS", um site nos moldes do CSS Zen Garden onde você poderá criar sua própria versão com o tema da sua escolha, sem alterar o XHTML e fazê-lo 100% em CSS. A cada novo layout publicado, criarei um post específico e darei a você um espaço para comentar sobre o tema, o CSS e tecer suas críticas pessoais. É uma ótima maneira de aprender e ensinar CSS, dando soluções diferentes ao mesmo problema. Achei que esta seria uma ótima maneira de estimular a comunidade de desenvolvedores web que cresce a cada dia no Brasil.

Os posts sempre ficarão em aberto para que, à medida que novas pessoas chegarem, possam também ter a oportunidade de participar da discussão de cada layout, antigo ou novo, fazendo suas perguntas e dando sugestões. Os autores também podem ficar atentos aos comentários e participar das discussões.

Nesta página, procurei utilizar uma quantidade razoável de tags variadas e utilizá-las semanticamente. Essa variedade se justifica para atiçar a curiosidade de quem ainda não conhece certas tags e técnicas de CSS e servir de estímulo para que você possa manipular todo o código XHTML do qual você não tem controle, apenas por CSS é claro. Levei até o fim a idéia de fazer isto para estimular as poucos pessoas que queiram se aventurar e colocar seus conhecimentos de CSS à prova. Sim, são e serão muito poucas as pessoas no Brasil, apesar que eu adoraria estar errado. Creio também que isto terá pouco poder de atração por aqui. Mas está feito!

Se você tiver disponibilidade para traduzir os textos do Revolução do CSS para o inglês e outros idiomas fica em aberto. Aguardo sugestões também para outras iniciativas. As regras para participação se encontram na mesma página. Conto com a participação de todos.

Gostaria de agradecer o Robson Júnior e ao Flávio T. Kaminisse pelo apoio e o suporte em PHP. Grande abraço!

Henrique Costa Pereira

7 thoughts on “A Revolução do CSS”

  1. Boa! Gostei da idéia e da iniciativa! Quando tiver um tempo vou ver se bolo alguma coisa e submeto pra gente dá uma discutida!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *