Novo promocode de 70 dólares de desconto na DreamHost!

Acabei de criar o promocode REVOLUCAO3 de US$ 70 dólares de desconto na DreamHost para o plano L1. Ele tem validade enquanto a DreamHost manter este preço, fique esperto. O Plano de pagamento anual da DreamHost sem utilizar nenhum promocode custa 119,40 dólares por ano. Utilizando meu promocode REVOLUCAO3 de 70 dólares você paga apenas 49,40 dólares no primeiro ano! Continue reading “Novo promocode de 70 dólares de desconto na DreamHost!”

Inglês pra que?

Me lembro de ter ouvido algumas pessoas conversando meses atrás em um shopping e se perguntando para que precisavam saber inglês. Eram profissionais de uma empresa de TI. No caso era um pequeno grupo de pessoas que realmente não sabiam e questionavam as vagas para profissionais de TI de algumas empresas por colocarem como pré-requisito para a entrevista o maldito inglês. Os argumentos eram que, a empresa não possuía nenhum único cliente estrangeiro, pelo tamanho da empresa um contato verbal não iria ocorrer em nenhuma hipótese em outro idioma e todo o trabalho que seria realizado pela vaga disponível, não iria lidar com nada em inglês diretamente. O contexto seria apenas o trabalho de cada dia que estavam acostumados à fazer. O argumento deles está certo ou não?

Continue reading “Inglês pra que?”

Agregadores de nichos

Já faz algumas semanas que foi lançado o Planet Microformats, um site/agregador de tudo o que é publicado sobre microformats nos principais sites ao redor do mundo. O criador Brian Suda, um dos caras que mais tem agitado os microformats no mundo, não tem muito trabalho a fazer por ali. O Planet Microformats na verdade apenas lê vários feeds e indexa/publica apenas uma chamada dos textos que contém a palavra “microformats” ou que foram tagueados como tal. Continue reading “Agregadores de nichos”

Quem mal lê, mal se comunica!

Não sei ao certo dizer por que as pessoas de modo geral se expressam na escrita de forma medíocre ou por qual motivo não conseguem se comunicar escrevendo de forma clara. Poderíamos dar razões históricas e sociológicos, poderíamos falar da relação entre opressor e oprimido, sobre diferenças econômicas, etc. Poderíamos colocar a culpa no Bush ou no Lula, ou na televisão. Continue reading “Quem mal lê, mal se comunica!”