14 blogueiros influentes na Microsoft com Bill Gates

Ontem a Microsoft convidou um grupo de 14 blogueiros influentes para irem até o campus da Microsoft em Redmond, Washington para discutirem assuntos relacionados ao MIX07 com a presença de Bill Gates em pessoa. Dentre eles estavam os standards evangelists como Shaun Inman, Molly E. Holzschlag e Tantek Çelik. Para quem não sabe a conferência MIX é organizada pela Microsoft todos os anos para discutir e explorar tecnologias voltadas para a web em seus próprios produtos. Segundo a Molly dentre os assuntos discutidos com Gates, falaram até de padrões web.

MIX07

Detalhes individuais sobre a reunião de cada um dos participantes você pode obter pulando de link em link no Tech Crunch ou no site da Molly. Em resumo, se encontrar com Bill Gates não é para qualquer um, e com certeza ele não os teria convidado se o encontro não fosse esclarecedor e produtivo e representasse em parte os interesses de ambos os lados. Falaram desde Wii até padrões web e Internet Explorer. Mas é importante notar o seguinte de encontros como este.

Que o Internet Explorer 6 é um lixo, disso ninguém duvida, mas não pense que o mundo ou a Microsoft sejam maniqueístas. Essa é a forma de pensar das crianças (ou do povo americano). Nem tudo é preto ou branco e até o Internet Explorer 6 na época em que foi lançado, representou ganhos muito importantes para os padrões na época (veja a história) e o problema maior foi não se atualizar em um período de tempo menor até a versão 7. A presença dessas pessoas em Redmond só mostra o interesse da indústria em se adequar cada vez mais aos interesses tecnológicos pregados pelos mais influentes e como ela e a comunidade como um todo podem ganhar com isso.

Algumas coisas me vem à cabeça com a notícia deste encontro com a presença de 14 blogueiros influentes na web. Uma delas é que não é possível ser influente no mundo escrevendo em português. Outra é que o Brasil não comporta em tecnologia (seja por infra-estrutura ou por ego) blogueiros tão influentes quanto os de fora. Aqui basta alguém falar que está ganhando dinheiro com o blog que já aparecem os pentelhos para falar que tudo tem que “ser de graça” e “open source”. Enquanto a indústria lá fora está cada dia mais deixando os blogueiros mais ricos. Eu ainda chego lá!

  • lulileslie

    Concordo em parte com você quanto a limitação da influencia de um blog em português. Por um lado, nosso público fica muito restrito, mas por outro existe uma carência muito maior de bons blogs nessa língua.

    Espero que o mercado aqui esteja amadurecendo e que, em alguns anos, os blogs tupiniquins passem a ter sua relevância reconhecida.

  • http://www.papodehomem.com.br Guilherme Valadares

    "Uma delas é que não é possível ser influente no mundo escrevendo em português."

    Concordo. Mas bem que empresas como UOL, IG e TERRA poderiam realizar conferências e chamar os blogueiros influentes do Brasil.

    Imagine a quantidade de marketing boca-a-boca que isso não iria gerar.

    Já existem vários blogs por aqui com milhares de acessos diários. Nosso poder de influência não deveria ser tão subestimado.

    Abraço,

    Guilherme
    http://www.papodehomem.com.br

  • http://englishexperts.blogspot.com/ Alessandro

    O nosso problema é cultural. Eu tenho um Blog onde eu disponibilizo dicas diárias de idiomas (até o momento Inglês). O pessoal sempre elogia porque eu estou disponibilizando este serviço gratuitamente. Eu, em contrapartida digo "There is no free lunch". Eu não compreendo essa cultura de que tudo tem que ser de graça, qual é o problema em ganhar dinheiro num blog?

    A segunda observação é a questão do idioma. Eu acredito que nós estamos isolados do mundo por causa do Português, é possível contar os gatos pingados de falam mais de um idioma no Brasil(proporcionalmente é claro %). Ou seja, só é notícia o que passa no Jornal Nacional. Me diga o que é novidade que sai primeiro em Português!?!!

    Assim fica difícil realmente ser influente.

    Parabéns pelo post,

  • Wagner Rodrigues

    Toda vez que eu leio algo interessante num blog eu caço o AdSense do cara e dou um clique. Nada mais justo, afinal, geralmente eu obtenho informações que valem muito mais que $ 0,20 que não saem do do meu bolso e estimulam o colega a continuar.

    Interessante o encontro. Realmente jamais teria um blogueiro que escreve em língua portuguesa pois o nosso publico alvo ainda é muito pequeno… Por motivos que eu prefiro nem dizer quais são…

    Abraço.

  • http://www.needforlumbriga.com Camilo

    Acho que se começarmos a ter uma blogosfera mais forte falando sobre os padrões e afins podemos ter reconhecimento sim.

    Temos parceiros da Alemanha e da Espanha.

    Os caras são visitados pra caramba, como nós também, temos mais de 2 milhões de visitas em 2 anos de site.

    A comunidade reconheceu nossa força aqui. Assim como aconteceu com a comunidade de jogos manager (Football Manager e Championship Manager) que foi reconhecida até pelos fabricantes dos jogos, incluindo os links dos sites na lista de sites não-oficiais.

    Se acontecesse isso com os blogs aqui no Brasil seria bem legal.

    Acho que o maior problema não é o povo daqui não falar inglês, mas eles lá fora não falarem (nem lerem) em português.

  • Josh

    Como o amigo guilherme falou acima:

    Concordo. Mas bem que empresas como UOL, IG e TERRA poderiam realizar conferências e chamar os blogueiros influentes do Brasil

    Eu acho que temos que ganhar o nosso espaço la fora tambem alguns blog´s brasileiros ja tem algum reconhecimento internacional, mas tambem tem que partir da gente, por exemplo postarmos duas versões o post em PT-BR em cima e logo abaixo postar em US, não e a melhor alternativa mas ajuda um pouco, o que vai fazer que os "gringos" abram os olhos para blog´s brasileiros e sem duvida o conteudo e isso nós temos de sobra, precisamos agora é ter uma solução para a barreira do nosso idioma.

    Sobre a questão de ter lucros pelo blog acho completamente correto, ainda não cheguei a ver ninguem reclamar porque alguem estava lucrando com seu blog mas pelo que eu leio muitas pessoas ficam indignadas com isso, gostaria de saber o motivo dessa indignação, você oferece um conteudo exelente para os usuarios, perde um tempo consideravel para formular cada post e não vai poder ganhar nada? Temos que acabar de vez com esse preconceito.

    Belo post e Grande abraço.

    Feliz Natal e Feliz Ano Novo

  • Diego

    Acho que é importante os blogs saírem do convencional e oferecerem serviços aos leitores. No Brasil, os blogs de maior visitação são os humorísticos, até aí tudo bem, mas é importante que os demais assuntos tenham sua importância mais reconhecida, oferecendo conteúdo útil e de qualidade.

  • http://www.frogs.com.br Alexandre

    "

    Acho que o maior problema não é o povo daqui não falar inglês, mas eles lá fora não falarem (nem lerem) em português."

    isso é exatamente o que acontece, o Camilo esta coberto de razão, eles não fazem questão de aprender outro idioma, a não ser quando visam ganhar dinheiro.

    Eu acho que vc tem que ganhar dinheiro com o seu blog, procure um patrocinador ou algo parecido.

    um grande abraço

    Bom natal

  • Mário

    Realmente, nossa língua dificulta, mas nossa língua é rica, nem tudo é movido a dinheiro. Se você não sente o prazer, nda adianta. Enquanto não olharmos para o que está ao alcance de nossas mãos e tentar mudar, viveremos sempre assim, excluídos.

  • http://escritatorta.em.blog.br Norberto Kawakami

    E eu acredito em papai-noel.

    Falar mal da Microsoft é um modismo e como tal a maioria fala sem fundamentação nenhuma, é apenas diz-que-diz…

    Quanto ao português vs. inglês, prefiro repetir o que o Fernando Pessoa um dia escreveu:

    "Usando do inglês como língua científica e geral, usaremos do português como língua literária e particular. Teremos, no império como na cultura, uma vida doméstica e uma vida pública. Para o que queremos aprender leremos inglês; para o que queremos sentir, português. Para o que queremos

    ensinar, falaremos ingles, português para o que queremos dizer."

  • http://www.ofimdavarzea.com j. noronha

    UOL, IG E Terra não linkam nem suas fontes, imagina promover algum encontro. Open source não significa não ter lucro, ou alguém acha que a fundação mozilla vive de vento? Escrever em português significa escrever para no máximo 20 milhões de pessoas, já que África não gera lucro e Portugal é muito pequeno. Falta conteúdo de qualidade em português porque o pessoal prefere criar blog para publicar poemas toscos e repetir o que leu no Terra. Basta escrever a sério que funciona. Mas escrever em inglês é fundamental, é a língua da web, da programação e do mundo, gostem ou não, e quem não se adaptar a isso, será engolido, reclamando em português.

  • Pingback: Cê Inove Já! » Blog Archive » Você Blogueiro, Blogosfera!()